A importância dos simulados

Vestibular

Dicas para o vestibular.

Bom dia,

Olha, eu considero o simulado uma das coisas mais importantes na sua estratégia de preparo para o vestibular. Se eu pudesse dar um conselho, frente a frente com você nessa reta final, eu falaria: faça os simulados.

Mas por que o simulado é tão importante para você?O simulado é importante porque ele ajuda no tripe do vestibular, ou seja, ajuda na questão do conhecimento, da calma e da confiança.

No que se refere ao conhecimento, ele ajuda porque os simulados dão um feedback do seu desempenho em cada matéria, um feedback essencial para que você planeje uma estratégia de estudos para o vestibular.

No que se refere à calma e a confiança, os benefícios do simulado são por via indireta, mas não menos importantes. Quando você fizer um simulado, você irá experimentar em algum grau a mesma sensação que quando estiver fazendo a prova no vestibular.E você já deve ter percebido, que quanto mais você está acostumado a algo, mais fácil é para você manter a calma e a confiança.

Além disso, é no simulado que você pode testar algumas dicas de prova, e principalmente, aprender a lidar com o tempo. Eu não sei qual é o seu caso, mas geralmente existem dois tipos de pessoas que precisam muito do simulado na questão do tempo: aquelas que não conseguem terminar a prova do vestibular no tempo limite,e aquelas que não conseguem ficar mais que duas ou três horas no vestibular porque ficam impacientes.O simulado ajuda a calibrar isso.E calibrada essa questão, naturalmente, você fará as provas de forma mais tranqüila.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tente fazer o simulado como se ele tivesse uma meia hora ou uma hora antes do tempo total, isso porque se você conseguir, você irá ter a confiança que você consegue lidar bem com o tempo. Eu, particularmente, sofri uma situação que culminou nessa crença. Eu quebrei o dedo da mão direita no meu segundo ano quando fiz treineiro, e mesmo assim consegui terminar a prova da primeira fase da Fuvest meia hora antes.Assim, quando chegou no terceiro ano , eu tinha plena confiança que eu conseguia lidar muito bem com o tempo.

Se você não for vestibulando, e sim aluno do primeiro ou segundo ano, eu recomendo fortemente que faça algum treineiro, que tem o mesmo tipo de impacto de um simulado, mas de uma forma mais intensa. Fazer duas vezes treineiro da Fuvest foi fundamental para que eu chegasse calmo no terceiro ano.

Por fim, eu recomendo que você faça os simulados baseados no modelo e na dificuldade do vestibular que você está focando. Se na sua cidade tiver aqueles grandes simulados que até distribuem prêmios, faça; eles são ótimos e até mais difíceis, muitas vezes, que o próprio vestibular.Se você não tiver um bom simulado na sua escola , eu recomendaria você imprimir as provas passadas do vestibular que você quer prestar, e fazê-la como se você estivesse no vestibular, como num teatro mesmo.Portanto, mãos à obra; melhor dizendo, simulado e caneta na mesa.Se você quiser ver mais artigos sobre vestibular, pode visitar meu blog www.oguiadosvestibulandos.blogspot.com, que criei recentemente e tem dicas importantes.

Abraços,
André


Publicado por: André

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.