Topo
pesquisar

Nem os escombros conseguiram me deter

Religião

A luta pela vida, a confiança em Deus.

Foi uma explosão muito forte, era fumaça por todos os lados, muitos vieram ver minha desgraça, uns choravam por ver tantos entulhos sobre mim, outros sorriam por dentro, como se quisesse dizer que aquilo só acontecia por eu ter cometido algo errado.

Eu estava consciente debaixo dos escombros, conseguia ainda discerni sons, vozes, sirenes. E a poeira continuava caindo sobre meu corpo, ver eu não podia direito. Apenas sentia e ouvia a presença de pessoas por perto. Algumas das vozes me eram conhecidas, pessoas que eu havia creditado confiança, outras que eu amava, respeitava e servia. As palavras destas pessoas ali diante do meu desespero não eram agradáveis. Naquele momento de tamanha aflição pessoal eu ouvia críticas. Era como se todos os meus defeitos fossem lembrados em poucos minutos.

Se eu dependesse apenas dos espectadores da tragédia eu morreria ali. Alguns até acreditavam nisso, e diziam: já era. Acabaram as forças. Se não fosse trágico seria cômica minha situação. Uns gritavam pedindo socorro, outros diziam ouvi ali, outros sussurravam não é não é só o barulho dos escombros, ela não aquentará tanto tempo ali.

Ouve uns corajosos que só pensaram em me ajudar. Não se importaram como me encontrariam se viva ou não, queriam era me encontrar. Havia momentos em que as dores eram tão agudas que eu parecia sair do ar. Mas logo conseguia forças e voltava à consciência.

O silêncio começou a tomar conta do lugar, pensei comigo: E agora? Então sussurrei algo e escutaram, o barulho volta sobre mim. Aos poucos comecei a enxergar um claro lá no fundo, como uma luz no fim do túnel literalmente, minhas forças insistiam em me deixar, brigávamos o tempo todo.

De repente a mão surge a minha frente. Com os olhos ainda cheios de poeira mirei bem e vi um olhar que se encontrou com o meu. Nada me falou, apenas olhou dentro dos meus olhos como se visse minha alma aflita e sorriu. Um sorriso sincero, cheio de alegria por me ver viva. Não me retirou dali de qualquer forma, sussurrou aos meus ouvidos me dizendo para ter calma e não desistir de lutar. Ficou por um tempo segurando minhas mãos feridas e fracas enquanto cada entulho era retirado de sobre meu corpo, sempre me lembrava com uma doce e suave voz: força, luta, não desista.

Quando sentiram que eu já estava realmente em uma posição segura eu pude sair dali. Toda suja, rasgada e muito machucada. Alguns aplaudiram o trabalho, outros choravam, porém a maioria apenas se retirou, afinal o espetáculo havia chegado ao fim.

Eu só queria que aquele momento passasse logo. Eles pareciam eternos. Aquela mão não me deixou, ela era forte e me acalmava. Fui salva, não perdi minha vida, não perdi tempo ali, apenas ganhei experiência, sabedoria e descobri em quem eu realmente poderia confiar e dar devido valor.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essa explosão e cada entulho que caiu sobre mim foram os sonhos desmoronados. Cada ferro retorcido eram as fofocas cheias de maldades que foram lançadas sobre minha vida. Os comentários ali feitos no local eram pessoas usadas por satanás para que eu não tivesse forças para sobreviver a minha luta. Aquele silêncio que se fez, foi quando Deus deu uma ordem a seus anjos que viessem ao meu socorro e me retirasse do vale da sombra da morte.

Os olhos que se encontrou com os meus, não foram de qualquer pessoa, foi os de Cristo Jesus que não olharam para mim naquele instante como qualquer pessoa, mas me viram como preciosa, como alguém de valor. Olhou dentro da minha alma. Suas mãos firmes, fortes e marcadas por meus pecados me deram força, vigor e vitória. Os que deixaram aquele lugar decepcionados por não haver morte queriam me ver derrotada. Estes saíram envergonhados, calados e sumiram com a poeira.

Cada ferida foi tratada pelo Sangue de Cristo Jesus e hoje sou livre para te ajudar a resgatar seus sonhos. Os escombros sobre sua vida não podem ser obstáculo para não mais sonhar e conquistar, não desanime nunca, vamos conseguir vencer. Olhe para cima, não deixe que a poeira cegue seus olhos por completo. Fixe seu olhar em Cristo. O silêncio parece eterno, mas é a ação de Deus sobre sua vida. Ele não precisa fazer barulho para te encontrar, pois ele trata com você. Ninguém precisa saber, mas você precisa desejar sua intervenção. Nada pode te separar de Cristo e de seu amor. Você é tão importante para Ele que Ele se entregou no seu lugar. E hoje quer salvar você destes escombros e aparente derrota. “Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: "Por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro" Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Romanos 8: 35-39)

Até a próxima...

Silvia Letícia Carrijo de Azevedo Sá
leticiacarrijo@oi.com.br
http://www.artigonal.com/find-articles.php?q=silvia+leticia


Publicado por: silvia leticia carrijo de azevedo sá

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola