Topo
pesquisar

Repartir os dons: não sendo egoísta em nosso ministério

Religião

Uma lição de Paulo sobre o compartilhamento dos dons, dando para o outro aquilo que nos foi dado por Deus.

Paulo apóstolo do Senhor Jesus, era um homem muito interessante na suas palavras. Pelo que lemos dele não era uma pessoa de brincadeiras ou que levasse suas tarefas de forma leviana. Era muito centrado e tinha certeza que o Deus que defendia era verdade absoluta. Ele era um conhecedor de religiões como poucos. Ele quando decidiu servir a Jesus o fez de todo seu entendimento e queria que quem o conhecesse desejasse o mesmo que ele. Não fossem cristãos apenas de nome, mas de atitudes e verdade. Que os gestos pessoais de cada um refletisse sua fé e verdade.

Sua defesa era sempre que os cristãos eram pessoas escolhidas por Deus, não apenas pessoas que decidiram por si só que seriam cristãs e para isso sempre se referia a Jesus de Senhor de nossas vidas, ele sempre estava lembrando as palavras e a missão de Jesus na terra, para que sua mensagem não fosse esquecida.

Quando Paulo escreveu sua carta aos Romanos ele retrata bem o que era a comunhão entre os cristãos, algo que precisamos voltar hoje em nossas comunidades e reaprender. Somos irmãos, somos filhos do mesmo pai e por nós foi pago o mesmo preço. – o preço de Jesus Cristo na cruz do calvário.

Quando ele fala aos Romanos ele começa agradecendo Deus por suas vidas e pelo que está ouvindo a respeito deles, palavras que alegraram seu coração e o deixara certo que sua mensagem havia chegado a seus corações de forma correta como Cristo desejava e ensinara. Ou seja, ele estava repassando a mensagem de Cristo de forma correta, honesta e os ouvintes entendia o que Deus em Cristo desejava que a comunidade vivesse.

Paulo cuidava de suas igrejas com amor e muito carinho. Dava a vida por elas como Cristo nos ensinou. Nunca deixava de levar a Deus sua igreja em oração, buscando sempre oportunidade de poder ir ao seu encontro para poder dar assistência e ensino. No capítulo um de Romanos no versículo 11 ele começa dizendo que deseja os encontrar para dividir. Dividir daquilo que ele havia recebido de Deus na expectativa que cada um recebesse em seus corações a confirmação de quem eles estavam servindo. A partir do versículo doze ele começa nos dar uma lição muito bonita de pastoreio e amor ao próximo. Ele desejava receber deles ensino e dar a eles o mesmo, ou seja, mutuamente eles poderiam aprender de Deus, de forma que o ministério fluísse de forma a não sofrer empecilho humano. Se criam no mesmo Deus deveria fluir entre eles comunhão e não briga pelo poder ministerial ou de quem fluísse o melhor dom.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Deixar fluir esse dom é o ponto chave que precisamos entender. Estamos num momento da igreja onde vamos visitar os irmãos não para fluir em dons mutuamente, mas para usufruir daquilo que podem me dar. Fluir do financeiro que desejo obter. Paulo cuidava que não fosse pesado entre os seus, por isso mantinha sua provisão financeira.

Paulo lembrava sempre Jesus e sua morte, pois as pessoas não podiam esquecer o que significava servir a Jesus. Os cristãos daquela época não passavam despercebidos no meio da multidão. Eram pessoas de caráter e vida diferenciada. Dividiam entre si daquilo que Deus os dava. Ele estava sempre pronto a repartir do evangelho de Cristo e o mais que fosse necessário. E eu?E você? Estamos prontos a deixar fluir em nós os dons de Deus para ganharmos mais pessoas a Cristo, ou queremos os dons para nos mostrar mais poderosos que outros, mas crentes, mais fieis e recebedor de melhor graça.

Paulo não se mostrou melhor que ninguém, mas um participante de Cristo no evangelho. Precisamos aprender com ele o que devemos pregar, um evangelho sadio, honesto e de vidas transformadas.

Até a próxima...


Publicado por: silvia leticia carrijo de azevedo sá

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola