Topo
pesquisar

Quantas vezes

Religião

Reflexões sobre religião.

“Estou cansado do meu gemido; toda noite faço nadar em lágrimas a minha cama, inundo com elas o meu leito. Os meus olhos estão consumidos pela mágoa, e enfraquecem por causa de todos os meus inimigos. Apartai-vos de mim todos os que praticais a iniqüidade; porque o Senhor já ouviu a voz do meu pranto. O Senhor já ouviu a minha súplica, o Senhor aceita a minha oração”.Salmos 6:6-9

Hoje ao chegar ao trabalho me deparei com uma frase que me fez pensar; “quantas vezes”. Você já parou para pensar em quantas vezes quase aconteceu algo em sua vida, em quantas vezes você desistiu na hora errada. Quantas e quantas coisas já houve na sua história.

Quantas vezes você ficou com o coração cheio de esperanças e derrepente ela se foi te deixando só, sem nenhuma expectativa de voltar a sonhar, descrente em você mesmo. As injustiças roubaram sua razão, minaram suas esperanças. Tudo ficou escuro, seus olhos perderam o brilho e deu lugar a uma lágrima quente, um gemido que ninguém quer ouvir.

O Salmista experimentou esta terrível sensação de fracasso e dor. Ele conta em sua canção descrita no Salmo 6 que ele já estava cansado de seu gemido, isso nos leva a pensar o quanto havia sido humilhado, ficado perdido no caminho da vida. Também dá para compreendermos lendo o texto que ele havia errado. E é ai que devemos pensar. Quantas vezes o que estamos passando é fruto de um erro que não aceitamos assumi-lo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Este mesmo salmista faz um pedido a Deus, e vamos compartilhá-lo. No versículo 1 ele diz:” Senhor, não me repreendas na tua ira, nem me castigues no teu furor” ele pede que Deus tenha misericórdia dele no momento em que está errado. E no 2 ele continua “Tem compaixão de mim, Senhor, porque sou fraco; sara-me, Senhor, porque os meus ossos estão perturbados”.

Quantas vezes estamos assim, os nossos ossos estão doendo pela tristeza da perda, de um sonho morto por alguém ou um erro que não assumimos.

Hoje é o dia da sua mudança. Faça como o salmista derrame suas lágrimas aos pés de quem pode transformá-las em alegria em mudança de vida. Misericórdia queremos Deus, vida nova precisamos Senhor.

O Senhor já ouviu sua oração pode enxugar as suas lágrimas, voltar a sonhar, lutar. Insista em prosseguir, Deus se agrada de quem luta, Ele nunca desiste de nós, e nós não podemos desistir de nós mesmos.

Venha para a corrida da vida, nunca deixem o “quantas vezes” te desanimar, mude-o para “quantas vezes” pensei em desistir, mas me lembrei da vida e voltei a corrida.

Até a próxima...
Silvia Letícia Carrijo de Azevedo Sá
Bacharel em Teologia – Membro da Igreja Batista Getsêmani
leticiacarrijo@oi.com.br


Publicado por: silvia leticia carrijo de azevedo sá

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola