Whatsapp

Semântica e Léxico - Parte IV

Português

Explicitando a relação de sentido - hiperonímia/hiponímia; sinonímia/antonímia.

III - Explicitando a relação de sentido - hiperonímia/hiponímia; sinonímia/antonímia, que há entre os termos: pão, comida e manjar em:

Ó que pão, ó que comida,

Ó que divino manjar

Se nos dá no santo altar

Cada dia!

(Anchieta)

- Explicando os termos utilizando-se de conceitos como sinonímia e hiperonímia.

Considerando a abrangência na "nomeação" ou identificação de um referente geral (hiperonímia) ou a especificidade de um determinado referente (hiponímia), a partir do contexto poemático do Pe. Anchieta, pode-se inferir que:

1. a palavra manjar é hiperônimo em relação às palavras pão e comida;

2. as palavras pão e comida, por sua vez, apresentam um sentido mais específico do que o sentido geral expresso pela palavra manjar. São, pois, hipônimas;

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3. estas relações ocorrem em função da ideia de que manjar contém o significado geral de pão e comida, que evidenciam sentidos mais específicos. Daí dizer que estas se encontram em relação de hiponímia com aquela, que é sua hiperônima.

É possível, na extensão da análise, constatar que a cadeia gradativa estabelecida entre as palavras pão, comida e manjar reflete uma "proximidade de sentidos" (relação sinonímica) entre elas, além de manifestar abrangência (hiperonímia) e especificidade (hiponímia) semânticas, consoante o que foi explicitado acima.

Por Diógenes Afonso

Graduado em Letras

Especialista em Linguagens da OjE [Olimpíadas de Jogos Digitais e Educação]


Publicado por: Diógenes Afonso de Oliveira

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.