Whatsapp

Os infinitivos devem flexionarem ou não flexionar?

Português

qual é o certo, uso infinitivo não flexionado ou flexionado, quando se usa o infitino flexionado...
  1. Nas locuções verbais, usamos o infinitivo impessoal, ou seja, aquele que não se flexiona nunca: “Os infinitivos não DEVEM FLEXIONAR-SE”; “Os alunos VÃO SAIR mais cedo”; “Os dois zagueiros PODEM SER expulsos”.

    Devemos tomar um cuidado especial quando as palavras estão fora de lugar ou quando a locução verbal fica separada por uma intercalação qualquer: “As crianças FORAM todas TOMAR banho”; “Os políticos DEVERIAM, devido à urgência, ANALISAR melhor este caso”. De qualquer modo, o infinitivo, em locuções verbais, não se flexiona.
  2. Fora das locuções verbais é que o infinitivo provoca problemas:

    “Os técnicos estão aqui para RESOLVER ou RESOLVEREM o problema”???

    Embora alguns autores aceitem a concordância no plural, eu sou a favor do uso infinitivo não flexionado, ou seja, no singular. Existe uma antiga regrinha que defende o uso do infinitivo no singular sempre que seu sujeito for o mesmo da oração anterior: 1ª oração “Os técnicos estão aqui” (sujeito = os técnicos); 2ª oração: “para resolver o problema” (sujeito oculto = eles, os técnicos).

    O infinitivo só é obrigado a se flexionar (= ir para o plural) se o seu sujeito for diferente do sujeito da oração anterior: “O diretor deu uma ordem expressa para os técnicos RESOLVEREM o problema ainda hoje”. Quem deu a ordem foi o diretor (= sujeito da primeira oração), mas quem vai resolver o problemas são os técnicos (= sujeito da segunda oração).

Publicado por: Jármeson Tiago da Silva Herculano

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.