Whatsapp

Linguagem abusiva

Português

A banalização da linguagem.

A linguagem é uma forma de comunicação, seja ela verbal ou não verbal, é fato que a utilizamos para comunicarmos com nossos semelhantes. Quando bem pronunciada dá prazer ouvi-la, pode curar ferida, sanar dúvidas, declamar poesias, entoar canções ou defender uma tese. Porém, ultimamente, muitos jovens têm usado a linguagem de uma forma abusiva. Palavrões fluem da boca como se fossem canções, como se fosse normal, como se todos gostassem.

A linguagem abusiva convive com todas as outras como se fizesse parte do vocabulário comum. Quais seriam os motivos da degradação na linguagem? Que o português tem se deteriorado a cada dia é notório. Percebe-se isso não só no vocabulário dos jovens como também de muitos adultos iletrados.

Não podemos esquecer aqui os famosos telemarketings com um linguajar característico, costumam nos dizer ao telefone: “Vou estar mandando”, “Vou estar enviando”. Parece que não sabem que não se usa, na mesma oração, um verbo no infinitivo e outro no gerúndio, que a forma verbal no gerúndio significa continuidade. Ou você vai enviar um documento pelo correio, ou você vai continuar enviando todos os dias. É lamentável ter que ouvir isso, uma vez que, sabemos que para estar nessa profissão é necessário ensino médio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como se não bastasse à forma verbal utilizada por profissionais, ainda têm o outro extremo do vocabulário que são os palavrões. Hoje em dia, ouvem-se palavrões até mesmo nas músicas. Ao analisar a letra da música de um determinado grupo de sucesso, percebi que ela é composta de muitos palavrões. Os jovens ouvem, gostam e repetem diversas vezes ao dia sem nem prestar atenção na letra, e se percebem não se incomodam. Palavras abusivas são pronunciadas normalmente em qualquer lugar, a qualquer hora do dia. Ninguém se interessa mais com o seu próprio vocabulário, em ser classificado pelo que fala, falam o que pensam irrefletidamente. Onde está a moral e os bons costumes que outrora eram ensinados em casa e na escola? Infelizmente a linguagem tem sido banalizada.


Publicado por: JANETE MENDONÇA CHRISPIM DAMIÃO

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.