Whatsapp

Conjuntura política e as nuvens escuras

Política

Análise da atual conjuntura da política mundial e previsões para o futuro.

Conjuntura política e as nuvens escuras

“Existem um ditado popular muito conhecido que afirma que vale-se o quanto se pesa, ou poderia ser o valor é calculado pelo peso. Enfim pode-se considerar como um dos elementos da ciência política, vale ressaltar que há uma diferença enorme entre os fazedores de política e a politicagem”.

Existem um ditado popular muito conhecido que afirma que vale-se o quanto se pesa, ou poderia ser o valor é calculado pelo peso. Enfim pode-se considerar como um dos elementos da ciência política, vale ressaltar que há uma diferença enorme entre os fazedores de política e a politicagem. Para uma grande parcela dos agentes políticos a politicagem torna-se mais fácil, comum e direcionada a partir de certas habilidades e facetas. Compararia ao animal hiena e a cobra, uma é astuta e ataca na surdina e em bando a cobra agarra sua presa e após o domínio total, parte para o processo de engolir, daí terá a garantia de bucho cheio por alguns dias, e quando carece volta a caçar e repete o ritual. 

Nessa perspectiva eis chegada e a hora da caçada, no inverno ou verão só depende da condição, sim o estado em que nos encontramos hoje direciona e permitem a negociação, conhecido comumente como toma lá dá cá, uma expressão muito utilizada no campo, essa é a lei dos mais fortes, a selva requer e impõem condições, que compreendido como nada de novo, é de fato o círculo da vida que carece andar pra frente, seguir a correnteza e às águas límpidas de preferência, pois, as turvas, barrentas, e que não estejam com uma correnteza satisfatória e capaz de carregar troncos e até pedras, onde esse rio não o levará muito longe. Diante do estado há um estreitamento, um momento de reflexão e análise de conjuntura, diante do impasse não tanto impasse assim para muitos políticos profissionais, logo se jogam naquele rio com fortes correntezas a olho nú, pelo o menos nos tempos chuvosos, terreno úmido, pois, propõem sinal de riquezas, deixando de lado o rio que outrora regou sua plantação e garantindo a alimentação. Pois rio temporão e o solo ressequido e/ou águas paradas tendem a não avançar, e como diria o Juscelino Kubitschek o progresso chegou ao centro do país. Logo essa é a condição para que se permita a alcançar a outra margem do rio, os esforços empreendidos nesta linha de raciocínio é possível, pois, um bom estrategista não ficará a ver navios ancorados ainda mais nesse tempo de epidemia, a escuridão das nuvens não são os desejos prioritários daqueles que fazem politicagem. A política é muito além, é uma ciência que compreendida por poucos na forma plena, primeiramente não existe consenso naquilo que é objeto de estudo, não há um conceito e sim vários conceitos. Segundo o pesquisador Alex Tocqueville, quando visitou a América, ficou impressionado como naquele país, por trás de todo empreendimento ou iniciativa, haviam associações de pessoas que defendiam e lutavam por suas causas.“nos países democráticos, a ciência da associação é a ciência mãe; o progresso de todas as outras depende dos progressos daquela”. Livro A Democracia na América[1].

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O protagonismo pode partir de posicionamentos sem dúvida, precisa haver preocupação do Cristão em tempos de eleições com a vida, o agente no campo da política deve atuar desde a sua concepção, até a sua morte natural, mas essa vida precisa se desenvolver em sua plenitude, pois o próprio Jesus, disse eu vim para que todos tenham vida! – Nesta perspectiva carece que os pretensos candidatos tenho um olhar diferenciado para o bem comum, e que as políticas públicas sejam o norte a ponto de ser o meio para o bem viver. Todo arcabouço político parte de nossas ações, pois serão os meios de direcionamento e condução das vidas humanas, como a preservação do planeta que pede socorro constantemente, e como testemunhas catástrofes naturais e aquelas provocadas diante da exploração do homem de tudo aquilo que pode ser transformado em capitalismo, na verdade as frentes capitalistas direcionaram nação mundial há muito tempo.

O que temos acompanhado no Brasil e no mundo nessas nuvens escuras que esperamos ser passageira da epidemia do Corona Vírus, são momentos difíceis em todos os cantos, e  consequentemente seremos todos acometidos de dificuldades seja ela qual for a fome, desemprego e saúde serão as urgentes sem dúvidas. Portanto como um ser desprovido de economias sobreviverá sem essas três coisas básicas para sobrevivência humana. Reafirmo que nós homens modernos vivemos angustiados e presos ao mundo de concreto e trancafiados em nossos guetos. E que no momento o medo é o sentimento viril, não pelo fato de não sentir medo e sim pela necessidade de sentir o medo.

Diante da conjuntura mundial e trazendo um pouquinho para o nosso terreiro é lícito afirmar que as águas torrenciais passaram, o que não passará a curto prazo são os sentimentos, as dores causadas pela fome. Porém nos resta o esperançar em dias melhores e que a luz de nosso bom Deus toque em todos os seres, clareando nossas mentes e fortalecendo para as batalhas das quais estaremos submetidos em tempos sombrios e solo áridos.

Por: João Almir Mendes de Sousa 

Especialista em Políticas Públicas


[1] Tocqueville, Alexis de, 1805-1859. A democracia na América : leis e costumes de certas leis e certos costumes políticos que foram naturalmente sugeridos aos americanos por seu estado social democrático / Alexis de TocqueviUe; tradução Eduardo Brandão; prefácio, bibliografia e cronologia François Furet. - 2a ed. - São P au lo: Martins Fontes, 2005. - (Paidéia)


Publicado por: João Almir

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.