Topo
pesquisar

Tragédia Juvenil

Poemas e Poesias

Clique aqui e leia o poema Tragédia Juvenil de Geone Angioli Ferreira.

TRÁGEDIA JUVENIL

 

Ser jovem

Eu sempre quis

Eram todos na boate Kiss

Poderia eu ser:

O dono do meu nariz?

Não passo de um aprendiz.

 

Um dia serei feliz!

O mundo sabe e não me diz

Em pé no abismo

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vivo por um triz.

 

O destino cruel juiz

Ignoro a pureza

Deito com a meretriz

Eu sou um ator

E ela atriz

A vida é um jogo

Minha flor-de-lis.

 

Passou um cometa

Canta Elis

O amor é mágico

E pede bis.


Publicado por: GEONE ANGIOLI FERREIRA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola