Topo
pesquisar

Ode ao Itabirano Carlos

Poemas e Poesias

Poetar, estar no mundo, contínua fuga, poema, poesia, a rosa e a náusea, criativo, Itabira, era perdida, Carlos Drummond de Andrade.

Poetar mineiramente

Poetar com a simplicidade eloquente

Poetar de pensamento solto

Poetar parindo a ROSA DO POVO.


Poetar o estar no mundo

Poetar reverenciando O ADORÁVEL VAGABUNDO

Poetar fazendo verso com o substantivo próprio RAIMUNDO.


Poetar AS MÃOS DADAS

Poetar A ROSA E A NÁUSEA

Poetar o quão é funda a angústia

Poetar a consciência de que a vida

Anda em contínua fuga.


Poetar a supernova prematura do leiteiro

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Poetar o encontro com as pedras no CAMINHO

Poetar o ensimesmar criativo.


Poetar Itabira

Poetar a saudade de uma ERA perdida

Poetar como é BESTA a VIDA.


Poetar a perda de identidade

Poetar o amor maduro e a desumanidade

Poetar sutil e de fogo alto é o poetar de CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE!




http://bocamenordapoesia.webnode.com.pt/
http://twitter.com/jessebarbosa27


Publicado por: JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola