Topo
pesquisar

Lendário Uaicurapá

Poemas e Poesias

Clique e veja um poema sobre o Lendário Uaicurapá!

Fina alma da madrugada

no orvalho da neblina uma oferenda

bem-ti -vis e uirapurus a orquestrar,

gavião e curupira seus guardiões

para assustar a noite...

 Canta o matim.

- Lá vem o homem do tabaco!

Pela manhã quer o combinado

Mas, fardo maior vem da caiera

grande besteira,

não é maneira de ganhar o pão

é um legado de destruição.

Vejam o sol e o vento

bem ali no firmamento

a grande fogueira da salvação.

Momento de um sonho dourado

campo sagrado, singelo lugar

de frondosas e perfumadas árvores

que enebriam e enfeitiçam admiradores

escondem o tesouro do El dourado

Brilha lua imponente nas águas serenas

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

ensina ao caboclo marrento

que anta,paca, saúna e tatu

são alimentos perfeitos

 de um consagrado sustento.

Acompanhados de farinha, vinho de cupú

ainda tem o uixi, açaí e taperebá

Olha já, sem falar na pupunha, tucumã...

e nas praias de encantar

um recanto de lendas

que vão do boto ao tamanduá

esse é o meu canto caprichoso, orgulhoso

por essa estrada escura a navegar

no céu a distante estrela a ti admirar

meu lendário Uaicurapá.

*Geone Angioli é especialista em Literatura Brasileira e Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (CAMPUS/PARINTINS)


Publicado por: GEONE ANGIOLI FERREIRA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola