Topo
pesquisar

Indo

Poemas e Poesias

O que havia dentro de mim adormeceu...

Indo ...


Não se amor preocupe

os vestígios do meu sentimento

não existem mais.

Agora estás Meu, livre sem

te atormentar

Deixe - me ir e não te aborreço

mais.

Não te com incomodarei minha

Dor.

Deixe - me ir E não tenhas

dó de mim.

Amor Não te imploro

e nem tua compaixão.

Te deixo mágoa sem ir,

O que havia dentro de mim

adormeceu. Pois tão clara

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

foram as tuas palavras me um

correspondido que dizer

meu amor não é do teu.

Te deixo Rastros assim ir sem,

Vá e Não olhes pra trás. Não se

agora Arrependa .

minha Talves eu não volte na

decisão. Se quando maduro fores

Quem sabe meu amor não desperte

desse sono profundo.

Deixe - me ir sem lágrimas

não quero lembrar-me desse amor

assim na dor.

Vá agora .

Que eu também vou.


Publicado por: Isa Nadine Albuquerque

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola