Topo
pesquisar

Brincadeira.

Poemas e Poesias

Poema de Eliane Alcântara sobre o amor e o desejo.

Quando usa meus gemidos para seus ritmos

qualquer coisa celebra em meu corpo

devastação de velhos tabus e me abro fêmea

pronta a acolher todo o prazer imaginável.

Esqueço quem sou ou acho a que sou

cada vez mais sua em delírios.

Descontrolo-me em sua pele, deslizo

e esquenta a tarde, outono primavera,

pouco importa... Revisto-me de luares.

Bocas e línguas, sabores e desvios

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

nos decoramos permissiva ação lúdica.

Seu fazer em mim acende o orgasmo,

provoca o inevitável e o esperado,

outros tantos gemidos harmônicos.

Saciados temporariamente desfrutamos

nada mais que o descanso dos deuses

e juntos gememos baixinho,

o recomeço não tão longe.


Seu cheiro faz parte dos meus desejos.



Publicado por: Eliane Alcântara

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola