Topo
pesquisar

Ainda está em tempo!

Poemas e Poesias

Poema sobre a preservação da natureza.

A água que sacia a sede,
O ar puro que se respira,
Tudo que a natureza concede,
Uma bela poesia inspira.

São grandes riquezas,
e poucos cuidados,
o respeito á natureza,
é bastante desprezado.

Água e ar sempre poluídos,
Ocorrem grandes mudanças de clima,
Ambientes naturais são destruídos,
tragédia ambiental se torna continua.

O agressor é afetado,
É comum a reação do ambiente.
Os malefícios são compartilhados,
mas cada um é consciente.

A insatisfação humana,
a ausência de paz interior,
leva á uma inquietação soberana.
O homem pensa ser superior,
iludido com o seu potencial.
Vai em busca de mais tecnologia
finalizando a obtenção de capital.
O homem torna a vida vazia.

Grandes ameaças no planeta,

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

poucos cuidados da humanidade,
constitui uma combinação perfeita,
para o extermínio de nosso habitat.

Agua e luz economizadas,
o lixo sempre reciclado,
inexistência de queimadas,
todo poluente exterminado.
Tudo isso pode deixar de ser utopia,
pelas simples atitudes do dia-a-dia.

A futura geração pode não usufruir,
de recursos que hoje são esnobados,
É lamentável permitir,
a destruição de tudo que nos é dado.

O respeito a vida é inexistente.
A violência contra o próximo já não satisfaz.
O nosso habitat esta em ameaça permanente.
Tudo mudaria com um pouco de paz.

A expressão da natureza revela
o sofrimento provocado pela humanidade.
O planeta ainda espera
que você faça sua parte.


Publicado por: Ana Laís Sousa

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola