Whatsapp

Águas de Itaipuaçú

Poemas e Poesias

Clique aqui e confira o poema Águas de Itaipuaçú de Robert Lima!

Lavei minha alma, nas águas de itaipuaçú,
pisei na areia gelada, levemente lavada
pelas ondas do mar;

sentei beira d’água, sem medo da força,
que arrasta o que vê, pro fundo do mar;

Minhas lágrimas salgadas se misturam com vento,
e me leva pra dentro do meu coração;

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Respiro bem fundo, a maresia do tempo,
olhando o momento do sol se por;

O elefante de pedra toma conta de mim,
me oferecendo um jardim de estrelas do mar;
Cada passo que dou, e um pouco de mim,
que vou deixando, na areia do mar...nas
águas de itaipuaçú.


Publicado por: Robert Lima

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.