Topo
pesquisar

As emoções e o seu impacto sobre o processo de aprendizagem

Pedagogia

Clique e veja como as emoções impactam sobre o processo de aprendizagem!

 O ser humano é um ser social e afetivo, ou seja, há a necessidade por parte dele de estabelecer relacionamentos, bem como o de se sentir amado e querido pela sociedade, amigos ou família. No ambiente escolar, não poderia ser diferente: aprendemos quando nos sentimos bem consigo mesmo, e com os que se encontram ao nosso redor, como: professores, amigos, gestores e equipe escolar.

 A palavra emoção tem a sua origem no verbo mover, que significa tudo ou aquilo que nos faz movimentar ou mexer, e isto só ocorre quando nos sentimos motivados ou impulsionados a fazer algo ou tomar alguma atitude.

Somos seres integrais, dotados de sentimentos, emoções, pensamentos e experiências, que fazem de nós seres únicos e especiais, e desta forma levamos esta bagagem de vivencias e emoções em todo e qualquer conhecimento e aprendizagem que agregamos. Isto ocorre porque a amígdala, parte do cérebro responsável pelo processamento das emoções, também atua de maneira ativa nas áreas da cognição, memória, atenção e raciocínio.

Quando desenvolvemos uma ansiedade patológica, por exemplo, nossa capacidade de atenção e concentração fica deficitária, com dificuldades para absorver novos conteúdos e informações, o que acaba provocando um fraco rendimento escolar. Estudantes expostos á situações de stress, liberam em seu organismo um hormônio chamado cortisol, que tem o objetivo de prepará-lo para lidar com ações de perigo ou de alerta, de maneira mais eficaz, inibindo assim o processo de reter e compreender novas informações.

Ao desempenhar tarefas acadêmicas, o aluno utiliza a memória de curto prazo e de trabalho, que é responsável por armazenar dados e conhecimentos adquiridos em um curto espaço de tempo, que pode tanto ser destacado mais adiante, como pode ser examinado e retido, se houver grande relevância. Já a memória de longo prazo, nos permite gravar experiências e conhecimentos adquiridos ao longo da vida, deforma contínua e ilimitada.

Para que a aprendizagem ocorra de maneira eficaz e duradoura, é necessário que ela desperte no aprendiz alguma emoção ou significado, pois quanto maior for o interesse e a motivação por determinado assunto ou tema, maior será a absorção e a facilidade na aquisição deste conhecimento. Em contrapartida, quando um fato gera forte angústia ou carga emocional, podem ser provocadas falhas temporárias na atenção e na concentração, impedindo o desenvolvimento de uma nova aprendizagem, e gerando no indivíduo o chamado “branco” em provas ou atividades escolares.

As emoções, quando gerenciadas de forma equilibrada e sadia, propiciam aprendizagens benéficas e prazerosas, componentes indispensáveis para o desenvolvimento intelectual e cognitivo de todo aluno.


Publicado por: Daniela Silva dos Santos

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola