Whatsapp

Nunca Desista Antes de Sequer Tentar

Matemática

Como não desistir antes de tentar? Aprenda lendo este artigo!

Certa vez, quando um professor perguntou para minha classe, de cerca de 50 alunos, qual a matéria que eles achavam mais difícil, consegue adivinhar o que responderão? Se pensou que é matemática, meus parabéns, “acertou de cheio”. Desde há muito tempo, acredito que histórias pequenas como essa rodeia diversas instituições de ensino.

Neste artigo, procuro destacar algumas idéias que me ajudou e pode auxiliar você no estudo não só da matemática, mas em todas as matérias em geral. Primariamente, vou falar um pouco de mim. Sou um jovem de 19 anos e estudo na UFVJM (Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri). Desde criança, gostava muito de matemática, tanto que aprendi fazer “continhas”, muito tempo antes de ler.  Quando perguntavam que carreira profissional eu iria optar, respondia entusiasmado: “professor de matemática”. 

Mais com o passar dos anos, e com a experiência que obtive, vi que não é uma escolha boa ser professor. O motivo está no fato que muitos alunos não têm respeito pelo trabalho do educador. Além disso, o salário baixo dos professores constitui outra evidência de desvalorização dessa carreira. Mas mesmo assim, curso faculdade de matemática.

Certo dia, um dos meus professores, me perguntou na minha turma, o que leva um jovem como eu cursar um curso de matemática, e indagou se era pelo fato que eu gostaria de ser um professor. Respondi que não, pois o meu principal interesse é passar em um concurso público e vi à faculdade como uma oportunidade de me comprometer a estudar e o melhor de tudo, totalmente grátis. É verdade que a minha classificação no vestibular não foi das melhores. Fiquei no 48° lugar de 50 vagas. Contudo, fiquei feliz de passar no meu primeiro vestibular.

Sem mais demora, vamos para o que mais no interessa: como estudar matemática. Só pelo fato de ler este artigo, mostra que você tem dificuldade nessa matéria e que dá uma volta por cima. A primeira coisa que eu queria destacar é uma frase que pode de ajudar na sua vida: “Nunca desista antes de sequer tentar”.

Antes de cursar meu primeiro vestibular, eu fiz a prova do concurso da Caixa Econômica Federal (CEF) e não fui aprovado. Mas no mês seguinte eu descobrir por meio de um amigo que haveria um vestibular na cidade. Pouco motivado para estudar e faltando um mês para a realização das provas, pensei que apesar de várias pessoas estarem estudando por anos para uma vaga, eu seria capaz. Programei-me, estudei e felizmente passei. Poderia ter pensado que assim como no concurso da CEF, eu poderia ser eliminado e não conseguir uma vaga na universidade e que também tinha pouco tempo para estudar. Entretanto, não me deixei derrotar e atualmente sou universitário.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Recentemente, dei aulas particulares para aumentar meu orçamento. Dando aula para cinco alunos, que prestarão um concurso público para polícia militar, logo na resolução do segundo exercício, ouvir uma frase sarcástica: “Acho bem mais fácil tornar bandido que passar nesse concurso da polícia militar”. Essa foi a primeira e ultima aula que dei para aquele grupo de jovens, eles desistiram de estudar matemática. Fiquei triste por eles e refletir que o principal bloqueio do aprendizado deles eram eles próprios.

Nesse momento da vida, para estudar para passar em um vestibular seriado ou em um concurso, a primeira coisa que devemos fazer é convencer a nós próprios que somos capazes. Nunca se dê por vencido. Outra dica interessante é ser organizado, pois vai facilitar o trabalho. Uma coisa que me ajudou foi os Minds Maps (mapas mentais), por meio dele faço pequenos esboços mentais, facilitando o absorvimento da matéria.

Outro fator fundamental é usar a tecnologia ao seu favor. Passar muito tempo nas redes sociais não é o segredo de tirar 10 em qualquer matéria, inclusive matemática. Faça uma planilha de estudo. E quando achar realmente que a matéria está difícil de entender, não deforme a realidade gastando tempo demasiado em lazer, pois você tem que estudar para ser um “especialista” do que você gosta.  

O grande filósofo Aristóteles disse: “As raízes da educação são amargas mais seus frutos são doces”. Como essas palavras são verdadeiras. Apesar de ter de controlar o uso de tecnologias, saída com amigos e lazer, recentemente pude ter o gosto doce de passar em “primeiro lugar” no vestibular mais concorrido da minha cidade.  

Portanto, continue a perseverar no seu caminho em busca do aprendizado. Quando passar por problemas, lembre-se que é mais um desafio a ser superado. Não limite a si mesmo, pois assim receberá as recompensas quando for vitorioso.


Publicado por: Rafael Lucas Lima

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.