Whatsapp

Jesuítas fundam núcleo inicial da cidade de São Paulo

História

No dia 25 de janeiro de 2011, a cidade de São Paulo fez 457 anos. O que poucos sabem, é que o jesuíta Manuel da Nóbrega é um dos fundadores da cidade.

No dia 25 de janeiro de 2012, a cidade de São Paulo fez 458 anos. O que poucos sabem, é que o jesuíta Manuel da Nóbrega é um dos fundadores da cidade. Em 29 de março de 1549, ele veio para o Brasil na comitiva de Tomé de Souza, que foi indicado pelo rei de Portugal, dom João 3º, para ser o primeiro governador da colônia lusitana. 

Nóbrega pertencia à Companhia de Jesus, que era comandada pelo espanhol Inácio de Loyola. A ordem tinha uma formação ideológica de caráter militar, cujo objetivo principal era impedir o avanço do protestantismo na Europa e América.

Em terras brasileiras, os jesuítas liderados por Nóbrega fundam a primeira escola na capital baiana, Salvador. Além da Bahia, os jesuítas atingiram os estados de Pernambuco, São Paulo e outras regiões brasileiras. Embrenhados no sertão, criaram escolas e lutaram para impedir que os colonos cometessem abusos contra os povos indígenas, além de catequizá-los na fé católica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em São Paulo, Nóbrega e José de Anchieta lançam o núcleo inicial do que é hoje a metrópole paulistana com a criação da escola do Pátio do Colégio. No Pátio, os membros da Companhia de Jesus ensinavam lições de gramática, latim e a língua falada, o tupi-guarani [língua oficial] aos filhos de indígenas e colonos. 

Brilhante escritor, Nóbrega é autor de obras como: Informações das Terras do BrasilCartas da Bahia e de Pernambuco, publicadas em Veneza por volta de 1559 e 1570. Em 1570, no Rio de Janeiro, Nóbrega é morto.

Não se pode esquecer, também, que bairros paulistanos tradicionais como Perdizes, Santana, Lapa e Vila Andrade foram fundados pelos jesuítas. (Ricardo Santos é prof. de História e jornalista)


Publicado por: RICARDO SANTOS

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.