Topo
pesquisar

Análise Ambiental e a Influência da população na Lagoa do Bairro Nova Brasília Teresina - PI

Geografia

Estudo da importância da dinâmica espacial das águas e a compreensão organizacional do bairro Nova Brasília.

RESUMO

O presente trabalho tem por finalidade analisar a dinâmica espacial e organizacional com interferência da população do Bairro Nova Brasília, onde está situada a Lagoa Nova Brasília, objeto principal do referido estudo. Devido ao fato desse recurso hídrico fazer parte do Programa Lagoas do Norte, também será apresentado uma breve reflexão sobre os objetivos do referido projeto assim como os benefícios ocasionados à população do bairro. Este relatório está estruturado em três partes principais. A primeira compreende o aspecto histórico do bairro assim como sua análise organizacional e aspectos sócio-econômicos. A segunda parte compreende os resultados obtidos durante a realização da pesquisa, assim como uma descrição sobre o Projeto Lagoas do Norte; e por fim, a terceira parte aborda a caracterização física do ambiente natural do bairro. Este trabalho realizou-se através da aplicação de questionário com alguns moradores do bairro, do registro fotográfico, de visita a Prefeitura Municipal de Teresina para coleta de alguns dados e de pesquisas bibliográficas.

Palavras-chave: Lagoas Teresina – População – Programa Lagoas do Norte

INTRODUÇÃO

O presente trabalho visa expor a pesquisa de campo realizada no bairro Nova Brasília situado na zona norte de Teresina, realizado pelos acadêmicos do curso Licenciatura Plena em Geografia – UESPI, no 1º período de 2011.

Tem como objetivo geral caracterizar a zona urbana de Teresina considerando os aspectos morfoclimáticos e ambiental, buscando relacionar o estudo da importância da dinâmica espacial das águas com a compreensão organizacional do bairro Nova Brasília. E como objetivo específico reconhecer as diferentes formas de ocorrência de águas encontradas na zona norte de Teresina, identificando sua origem, aspectos físicos, bem como verificar a atuação das águas na conservação e/ ou transformação da configuração espacial da área em estudo, analisar a influência das águas e utilização para a população local.  A metodologia utilizada foi entrevista com a aplicação de um questionário à comunidade, fotografias, imagens de satélite, pesquisa bibliográfica com material cedido pela prefeitura de Teresina quanto ao Projeto Lagoas do Norte, além de outras fontes referenciais.

RESULTADOS E DISCUSSÃO

A cidade de Teresina, banhada pelos rios Parnaíba e Poti, apresenta na zona Norte as áreas mais baixas da cidade, onde ocorre a confluência desses rios. Neste local, estão localizadas 34 lagoas, naturais e artificiais, que compõem um sistema natural de acumulação de água da região. Trata-se de uma área frágil e imprópria para edificação, que apresenta um processo desordenado de ocupação do solo, Lopes & Moura (2006).

A área de estudo do presente trabalho corresponde ao bairro Nova Brasília e a respectiva Lagoa Nova Brasília, ambos situados na Zona Norte de Teresina (PI). Esse recurso hídrico faz parte do Projeto Lagoas do Norte, criado pela Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), que tem como objetivo principal à urbanização das áreas que margeiam as lagoas na zona urbana do município, visando seu desenvolvimento sócio econômico. Este recurso hídrico analisado exprime elevada modificação em sua estrutura física causada pela ação antrópica, isso devido à ocupação desordenada, ou seja, sem planejamento urbano, onde as residências situam-se nas margens da lagoa. Além da poluição causada pelos moradores da comunidade local e das regiões circunvizinhas.

Em relação ao meio aquático, podemos inferir que há uma marcante alteração da qualidade das águas superficiais do recurso hídrico analisado, em relação à poluição destas águas, observando-se a presença constante de esgotos domésticos e outros resíduos sólidos tanto no meio externo quanto no meio interno. Esse fator propicia um intenso acúmulo de lixo, que leva a proliferação de aguapés na lagoa, além da baixa qualidade da água, sendo inadequada ao consumo humano. Mesmo assim, são encontradas algumas espécies de peixes neste ambiente, mostrando assim que o grau de poluição das águas não chega a ser tão elevado a ponto de inibir a presença da fauna aquática. Mas apesar disso, algumas pessoas afirma tirar o sustento da lagoa, o que nos faz refletir sobre a condição em que o ser humano às vezes é acometido, porque definitivamente os pescados encontrados nesse ambiente são impróprios para o consumo humano.

Foi relatado que a lagoa alguns anos foi utilizada para o despejo de dejetos por caminhões esvaziadores de fossas, contribuindo para a poluição das águas, destruindo a fauna e flora existente neste ambiente e também gerando desagradável sensação aos moradores da comunidade Nova Brasília. No entanto, apesar dos anos passados e do programa Lagoas do Norte, a lagoa ainda recebe água de outros bairros através de galerias. Além disso, a área dos arredores da lagoa e usada à noite como ponto de uso de drogas, vandalismo, pois, os usuários destroem as lâmpadas dos postes para facilitar suas ações tornando a bem perigosa para o tráfego de pessoas pelo local à noite, assim, a população inibida se recolhe em seus domicílios impossibilitada de usufruir o parque ambiental onde a lagoa está inserida.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O recurso hídrico analisado foi escolhido em virtude do ponto de localização da referida lagoa, próxima a áreas de grande fluxo comercial como o São Joaquim, e como ponto principal de escolha, além do fato de esta lagoa fazer parte do Projeto Lagoas do Norte. O mais impressionante foi o fato de que, grande parte da população de Teresina, no período chuvoso, sofre com as enchentes das lagoas e rios, porém esse fato não é observado na Lagoa Nova Brasília, em virtude disto, notou-se que os quintais de muitas casas não são murados e ficam bem próximos às suas margens.

Podemos concluir que, de certa forma, o ambiente se configura de maneira benéfica à comunidade, uma vez que foi realizado todo um processo de melhoria da situação da qual se encontrava a lagoa, tornando assim referência para a dinâmica organizacional do bairro. Há um notável desenvolvimento do comércio e de outras atividades do setor terciário no bairro, o que propicia um incentivo ao desenvolvimento local do bairro, no entanto ainda não atende todas as necessidades da comunidade. Essa pesquisa proporcionou uma visão mais ampla sobre o sistema lacustre de Teresina. A partir daí, também o caráter de “cidade mesopotâmica”, aquela que é situada entre dois rios, fator que também propicia o surgimento de um rico sistema lacustre no interior da cidade.

Enfim, todo o conhecimento adquirido até agora permitiram ampliar nossa visão crítica acerca das capacidades de interpretar qualquer situação com um olhar geográfico, firmando novos conceitos e construindo novos alicerces do conhecimento e aplicando-os a sociedade.

REFERÊNCIAS

CUSTÓDIO, V. A Relação Cidade-Água nos Artigos dos Anais da Associação de Geógrafos Brasileiros (AGB). Geousp- Espaço e Tempo. São Paulo. Nº. 20, p. 175-182, 2006.

LOPES, W. G. R.; MOURA, M. G. B. Lagoas da Zona Norte de Teresina e seu Entorno: Uma Análise Ambiental. 2006. 16 f. Dissertação – Centro de Tecnologia – Universidade Federal do Piauí – UFPI, Teresina.

SANTOS, M. S. B. A.; SILVA, T. C. F. Diagnóstico das Transformações Sócio-Ambientais dos Reservatórios de Águas Naturais na Cidade de Teresina. Piauí-Brasil. 18p. Anais do X Encontro de Geógrafos da América Latina. Universidade de São Paulo – USP, 2005.

TERESINA. Prefeitura. Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN). Teresina em Bairros: s.l., 2004.


Neurilene Sousa dos Santos
Gildênia Lima Monteiro
Graduandas de Geografia da Universidade Estadual do Piauí - UESPI


Publicado por: Neurilene Sousa dos Santos

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola