Whatsapp

Um toque do destino

Filosofia

Breve pensamento acerca da existência humana e do destino sob uma perspectiva bíblica.

UM TOQUE DO DESTINO

Destino é algo que em alguns ouvidos soa com tom místico, mas na verdade o destino é a única certeza da existência humana, que para muitos é sem forma e fazia. O psicólogo Rolo May define destino como sendo o padrão de limites e talentos que constituem os “dados” na vida. Esse padrão de limites e talentos são o que nos define como seres humanos como caniços pensantes que somos. E nos da à possibilidade de fazermos conjecturas acerca do amanhã. “O grande potencial emocional da liberdade deriva do fato de que a vida humana e até mesmo a busca da felicidade dependem da natureza e eficiência dos meios que a cultura proporciona ao homem, em sua luta com o meio ambiente, com os outros seres humanos e com o próprio destino”, escreveu Malinowski.

A busca de todo ser humano é a felicidade é a busca da felicidade se dar por escolhas que fazemos no decore de nossa existência, que consequentemente é guiada pela cultura e o meio ambiente a qual estamos inseridos. As escolhas de nossas vidas são como passagem só de ida pra um universo desconhecido. E quando lá chegamos somos recebidos num grande banquete com direito a champanhe, caviar e de sobremesa petit gateau, mais no final da festa o garçom vem e traz a conta para que você pague, e com cara de assustado e sem entender nenhuma palavra do que se é dito pelos nativos vem em sua direção em senhor com barba e cabelos grisalhos que em todo momento da recepção estive num canto a observar tudo e a todos e ti diz: ESSE É SEU DESTINO.

Nos, encontramos com nosso destino nas mais inóspitas circunstâncias e momentos de variadas tensão na vida, a fator surpresa é de intensa intimidade deste ilustre convidado de nossas vidas chamado destino, ou será que nos é que somos convidados dele? Difícil saber dadas as circunstâncias de nossa existência. Relato isso como um ser que já vagou e vagou pelos mais variados lugares atrás de um sentido para essa loucura que chamamos de vida e existir, e quanto mais à vida parece não fazer sentido, ai mais sentido ela tem porque o real sentido da vida é crer que de nossa vida não passamos de mordomo, de administrador de luxo de nossa própria existência.

Apóstolo Paulo relata em sua carta a comunidade da Galácia que: ”Já estou crucificado com Cristo; e vivo não mais eu mais Cristo vive em mim: e a vida que agora vivo na carne vive-a na fé do filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (gl.2;20) Ao lermos esse relato de um de amor e entrega total de um ser humano para com seu Deus, e de contra partido uma anulação total de si.O apóstolo Paulo quer antes de ser o responsável pela expansão do cristianismo pelo mundo foi um perseguidor de Jesus Cristo e de seus fiéis, por acreditar ser uma nova seita que anularia os preceitos religiosos dos judeus, mas após um encontro com Cristo no caminho de Damasco ele entende seu destino e assume seu caminho que é ser um anunciador e proclamador da palavra de Deus e das boas novas de Cristo pelo mundo.

Pensarmos em um temor mais teológico de um víeis calvinistas iremos trocar o nome destino, por predestinação. A predestinação é um tema muito discutido nos círculos teológico se ela é bíblica ou não, se é verídica ou não a predestinação anula a vontade do ser humano e sua livre escolha na vida. E a Bíblia nos mostra o que é o real destino do ser humano, ou seja, sua vida pré-determinada por Deus, Salmo 139 o poeta diz: Para onde me ausentarei do teu espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás: se faço minha cama no mais profundo abismo, lá estas também: se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá. Muito antes de haver a discussão entre calvinistas e arminianos, o salmista já dizia que nada podemos fazer sem a supervisão e o controle da Deus, em outras palavras tudo o que fazemos o dizemos estava escrito é o nosso destino. Jó, após sofrer todo tipo de corte na carne e humilhação no fim de seu livro ele diz para Deus “Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrados”. Ou seja, por mais que nos desviemos dos caminhos que para o homem parece caminhos que nos distancia da vontade de Deus, há um propósito e um por que, pré-determinado por Deus. Tudo esta no controle dEle, pois, o céu é o seu trono e a terra e o estrado de seus pés (Is.66-1)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

“Ele nos submerge em sua misericórdia. Ele costura de novo nossa alma esfarrapada. Ele deposita seu Espírito e implanta dons celestiais. Nosso grande Deus abençoa nossa pequena fé”. Escreve Max Lucado em seu livro Deus está com você, seja qual for sua condição, sua devoção, e o tamanho de sua angústia Deus transforma isso em fé e uma fé que transcenda os medos, as frustrações e dores da alma. Paulo escrevendo aos Efésios coloca “Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo”. Para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor da glória de sua graça, que ele nos concedeu gratuitamente no Amado. (Ef.1.4-6) Essa palavras de Paulo faz corro com a declaração de Jó desde que os planos de Deus não podem ser frustrados, e se os planos dEle não podem ser frustrados, e ele nos separou antes da fundação do mundo para sermos santos e filho por adoção mediante Jesus Cristo cabe a nós aceitarmos o fato de que sem Ele nada podemos fazer (Jo.15.5).

E tomarmos posse de nossa parcela neste mistério que são planos e Deus para humanidade, ao assumirmos nosso destino e passarmos a paga o preço que nos foi proposto o universo conspirará para o nosso bem.

Toda fuga é perigosa e traz consequências um tanto quanto aterrorizante, vemos a história de Jonas que se negou a fazer o querer de Deus, indo para o lugar oposto de sua missão e Deus, o fez repousar por três dias dentro de um grande peixe, afim de que ele pensasse e vise que os planos de Deus para a humanidade não serão alterados e que Ele que efetua em nós tanto o querer quanto o efetuar (Fl:2.13) as angústias do presente século não podem nos afastar, do amor, da misericórdia e nem do querer divino, somos a obra mais perfeita de Deus, e por Deus ser perfeito já nos concebeu prontos, com erros, falhas, medos, dores, aflições, vícios, entretanto ele enviou um consolador um advogado fiel que nos defende perante o tribunal celestial e nos da a vitória perante nossos fracassos.

Suas ultimas instruções aos discípulos, o mestre diz: “Já não vós chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor, mas tenho-vos chamado de amigo, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer. Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em eu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda”. (Jo: 15: 15-16)

Conclusão

Concluir este pequeno estudo acerca do destino/pré-destinação, temos que pensar que independente de como vemos e compreendemos a linguística o que nos interessa é sua aplicação prática. O seja se somos predestinados ou não, o que precisa nos sustentar todos os dias é a certeza do amor incondicional de Deus. “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para glória de Deus; E tudo o que fizerdes, seja em palavras, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.” (1Co. 10.31; Cl.3.17).

 

Rafael Mello, Teológo e Filósofo 


Publicado por: Rafael Maurício Mello

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.