Topo
pesquisar

O problema de todos nós

Filosofia

O problema de todos nós, ecologia e meio ambiente, ecologia mental, integração intrapessoal e interpessoal, saúde emocional e corporal, desenvolvimento socioeconômico.

Ao pensar o meio ambiente sou interpelado a refletir sobre isso que chamamos de “meio”, mas que envolve o “todo”. Por isso quero escrever sobre ecologia e meio ambiente o todo que nos envolve e nos absorve completamente.

A questão ecológica atinge fundamentalmente todos nós. Ela envolve dimensões mentais, sociais e ambientais, determinando o bem-estar de nossa vida e também a sobrevivência humana e do planeta, organismo vivo onde habitamos.

Assim, quando pensamos em ecologia, logo lembramos apenas das matas sendo queimadas, dos rios poluídos e dos animais mortos e em perigo de extinção. Pensamos que os problemas estão apenas no campo e distantes de nós, lá na floresta Amazônica. Ledo engano, o problema ecológico é um problema íntimo, urbano e diz respeito ao nosso corpo e à nossa cidade também. Um problema de todos nós!

A palavra ecologia vem de dois vocábulos gregos: ‘eco’ que significa casa e ‘logia’ que significa saber. Ela está ligada a outra palavra de origem grega: economia, ‘eco’: casa e ‘nomia’: cuidado, manejo, administração da casa. Então, ecologia é o estudo para se ter uma forma racional de cuidar (economia) de nossa mente, de nossa cidade e do nosso meio ambiente, buscando o bem estar de todos nós. Desse modo, a ecologia se desdobra em três formas de viver. Pensamos a ecologia em três níveis: ecologia mental, ecologia social e ecologia ambiental ou cósmica.

A ecologia mental é a ecologia da pessoa, nasce do desejo de autoconhecimento, das formas saudáveis de viver. É o processo de integração intrapessoal e interpessoal, numa construção de valores de integração humana para bem-viver. É a busca constante de saúde emocional e corporal que nos leva a viver em paz e saudáveis.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Também há a ecologia social, cujo objetivo é encontrar a justiça social. Ela deve despertar valores de respeito pelo trabalho, pelo bem-estar material e cultural das pessoas. Esta ecologia busca interagir a cidade com seus habitantes, pensando numa economia solidária e auto-sustentável, com equidade, e estruturas de poder mais democráticas, para gerar dignidade, justiça e paz.

Desse modo, a justiça e a paz social se desdobram numa relação de integração ambiental, é a ecologia cósmica. Ela envolve indivíduos que querem a saúde mente-corpo, buscando com dignidade a harmonia comunitária e ambiental, mediante o cuidado e o respeito pela natureza e os outros seres que formam a vida. Vive-se na busca de uma inter-relação com o todo, com o planeta, criando mecanismos alternativos de desenvolvimento socioeconômicos. 

Por fim, é preciso essa integração das três ecologias, pois o planeta é um organismo vivo, um sistema complexo de inter-relações constantes que nos proporciona a vida e o bem-estar. Portanto, ecologia se refere à nossa vida e sobrevivência, desafio que nos leva a buscar novas atitudes mentais, sociais e ambientais.

Moisés Viana, jornalista, escritor e pós-graduando em Meio Ambiente e Desenvolvimento na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

http://tutmosh.blogspot.com/


Publicado por: Moisés Viana

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola