Topo
pesquisar

Dualismos: alguns apontamentos

Filosofia

Clique e saiba o que é dualismos e confira alguns apontamentos.

Este tema desperta o meu interesse e gostaria de dividi-lo com os amigos. Nos tempos atuais a humanidade está envolta de diferentes tipos de discursos fundamentalistas. Estes discursos dividem o mundo de uma forma extremamente simplista, entre o bem e o mal. Os diferentes fundamentalismos estão alicerçados na seguinte permissiva premissa: nós somos o bem e o resto é o mal, quem não seguir o nosso modo de vida está errado e merece alguma punição. Esta definição serve para definir muitos grupos, movimentos e políticas de estado fundamentalistas. Podemos contar a história da humanidade através da tentativa de algum grupo social subjugar, principalmente quando alguns se proclamam detentores da verdade. Desde as guerras dos tempos antigos até hoje percebemos que o discurso e as práticas de intolerância exercem grande fascínio em certos setores da humanidade. O que mais me chama a atenção é o fato de a humanidade seguir cometendo o mesmo tipo de erro, mesmo com tantos exemplos históricos.

Dualismo Persa

O dualismo religioso entre o bem e o mal já estava presente na Pérsia. Desde os tempos de Zaratustra. O que não necessariamente estava vinculado com questões de subjugamento de outros povos, e sim que deveria haver um equilíbrio entre estes dois aspectos inerentes ao ser humano. Infelizmente o dualismo religioso serviu e ainda serve para justificar crimes hediondos e mesmo, políticas de limpeza étnica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dualismo Platônico

Platão, um dos maiores filósofos da humanidade, também desenvolveu uma interessante elaboração sobre o princípio da realidade. Antes os filósofos ocidentais explicavam o ser humano como sendo composto por duas partes separadas: corpo e alma. Platão rompeu com esta ideia dando mais importância ao mundo das ideias. Esta visão influenciou diferentes linhas de pensamento, muitas incongruentes entre si.

Dualismo Fundamentalista

Este é o tipo de dualismo mais comum e não faltam exemplos para tentar o definir. Analisando as raízes desta linha de pensamento percebemos que este nasce de interpretações erradas de livros e escrituras consideradas sagradas. Um comportamento típico destes grupos é quando um grupo se considera o escolhido para “purificar o mundo”. Perseguições, mortes e diversos crimes já foram justificados por esta autoproclamação.

Subproduto

Este falso discurso dualista também gera sérios problemas para quem não se enquadra no modelo tido como correto para os grupos fundamentalistas. Não por acaso, o Brasil é um dos países onde mais se pratica a violência não institucionalizada. Assim percebemos que os discursos fundamentalistas são uma realidade, cada vez mais, ameaçadora em nossa sociedade.

O yin e o yang, o bem e o mal, que cada ser humano possui dentro de si.


Publicado por: Marcelo Noriega Pires

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola