Topo
pesquisar

Reflexões acerca da valorização cultural nas escolas

Educação

Valorização da cultura local nos currículos escolares, estratégias...
Vamos refletir por um momento na possibilidade de valorização da cultura local nos currículos escolares. Para tal, vislumbramos algumas estratégias, as quais serão citadas a seguir.

Parte-se do pressuposto da gestão democrática imbricada no cotidiano da gestão escolar, onde os alunos, pais, famílias e comunidade em geral tenham voz e vez, ou seja, possam ser participes do processo decisório das políticas institucionais em âmbito escolar.

Sendo assim, salienta-se que nessas políticas institucionais podem constar anseios desses participantes, enquanto representação da comunidade local e posteriormente complementação ao Projeto Político Pedagógico – PPP da escola, com as finalidades e ações institucionais.

É importante destacar que esse currículo escolar deve ser flexível, conforme as demandas e necessidades culturais emergentes ao contexto escolar. Desta maneira, toda a estrutura escolar, como gestores, composto por direção, corpo docente e funcionários, mobilizar-se-ão para a efetividade na valorização da cultura local, não perdendo se o foco pedagógico e de educação formal da instituição escolar.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Destaca - se outros fatores importantes, a título de contribuições, a partir de alguns questionamentos: Como valorizar a cultura local no currículo escolar, se muitas vezes a própria escola não tem conhecimento da realidade cultural a qual ela esteja inserida? Será que a escola muitas vezes se fecha internamente e não consegue assim, estar atenta ao que se passa na sua comunidade? Quanto aos profissionais da educação, como valorizar a identidade cultural, se muitas vezes não se valoriza a própria cultura local do profissional? Como incentivar a valorização da cultura local aos alunos?, se nós subjetivamente não a temos valorizada, enquanto trabalhadores da educação.

Sobre o AUTOR:
Bacharel em Serviço Social - UNIFRA. Pós-Graduando em Gestão Educacional - UFSM; Assistente Social da Rede Marista de Educação e Solidariedade do Estado do Rio Grande do Sul.

Publicado por: André Michel dos Santos

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola