Topo
pesquisar

Escola, Família: uma experiência que promete dar certo

Educação

Escola, Família: uma experiência que promete dar certo, escola, participação, coletivo, reflexão, gincana na escola, a reflexão, eventos na escola, a importância da interação.

Resumo

Este relato de caso, é uma contribuição para os educadores refletirem sobre suas ações, atitudes dentro e fora da escola. Assim tudo que vivemos em um ambiente escolar, só pode ser reproduzido se tivermos uma participação coerente, flexível e a consciência de valorização de todos os atos refletida na escola e na comunidade. Deste modo podemos afirmar que não há formula mágica para uma participação escola família,e a experiências relatadas jamais obterão os mesmos resultados em outra escola ,pois cada escola vive uma realidade.
Mas acredito no sucesso educacional a partir de uma reflexão partindo da realidade e se adaptando as mais diversas realidades, de forma que todo esteja engajado em propiciar momentos coletivos dentro e fora da escola.


Palavras Chave: escola, participação, coletivo, reflexão.


Texto

A afirmação de que é possível de construir com base sólida uma escola participativa, cidadã atendendo a comunidade em que está inserido, não é algo de sonho, mas de muito trabalho entre a gestão e seus docentes e a comunidade.
Vou relatar minha vivencia dos ultimo dois meses (maio e junho),na escola em que leciono, surgiu de uma professora de matemática que fizéssemos uma festa julina na escola à noite para arrecadar fundos à 1ª formatura no bairro, esta idéia foi passada a todos os professores 1º á 9º ano pela coordenadora da escola e o envolvimento foi geral, sugiram varias idéias complementar. Os alunos ficaram empolgados e querendo ajudar, bem foi organizado uma gincana de alimentos, o qual iria se reverter à festa como comida ,bebida, doces entre outros.

Logo que foi lançada a gincana os alunos começaram a automaticamente envolver a comunidade local, e a arrecadação era um sucesso, não só na variedade como na qualidade nós docente começamos ficar assustado, pois foi uma ação inesperada tamanha envolvimento.

Os docentes e os alunos formaram quadrilha, enfeites diversos a escola a nossa festa começou bem antes do evento ser aberto ao bairro todo.
Mas o meu olhar era exatamente como o grupo se completava, sabia trabalhar no coletivo, a escola realmente passou a ser um elemento único em prol de seu objetivo e assim unindo- se professores- alunos-pais- comunidade- gestão.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A comunidade como os pais dos alunos se propuseram as fazer doces, bolos, a nossa merendeira que iria estar de férias no dia da festa, se prontificou de trabalhar este dia para os nossos alunos, tivemos o apoio da prefeitura municipal com iluminação, cozinha piloto entre outros. Tivemos reuniões para distribuição das tarefas, como para decidir valor que tudo seria vendido não dia, os alunos ansiosos para chegada da festa, pois está escola esta instalada no bairro há 6 anos e faz sua primeira festa aberta a comunidade .

Bem é chegada à hora da festa um dia marcante em nossas vidas como profissionais da educação dia 06 de julho de 2007 a festa teve inicio às 17h, as pessoas começaram a chegarem acanhadas, era uma experiência nova em estar na escola com direção e professores não para falar sobre seus filhos, mas para festejar uma união entre escola e família que acabava de acontecer à imagem era impressionante realmente tem momento que nos diz mil palavras. Quando demos conta estava toda a escola tomada de convidados importantes, sim a nossa comunidade e pais dos alunos era nosso principal convidado desta noite.

O sucesso previsto tinha virado realidade, em frente de nossos olhos, uma arrecadação ótima, a comunidade nos parabenizando pela iniciativa e já cobrando mais eventos desta forma os pais contentes com alegria no olhar de estar em uma festa que vai ajudar a eles mesmos.

A reflexão que faço e venho repetindo este ato de parar e olhar os acontecimentos vividos, tem uma essência muita nobre que é valorizar as atitudes de cada um, a participação seja ela qual for, mas é sim um treino para nós educadores em saber valorizar já que somos tão desvalorizados no nosso país, saber que podemos modificar a educação mesmo que seja somente na nossa escola, mas idealize isto acontecendo em todas as escolas do país não mudaria?

Acredito que venha após minha reflexão outras duvidas, mas a respostas esta em nós mesmos, reflita mais, pesquise mais, pense mais, sonho mais e tente trabalhar junto em equipe os resultados são sempre melhores.


Publicado por: Renata del bianco Ritzdorf Ferreira

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola