Topo
pesquisar

Educação e democracia

Educação

Confira aqui uma análise acerca da educação e democracia nos tempos atuais.

Primeiramente gostaria de agradecer à colega que mais uma vez me possibilitou continuar um debate sobre questões muito importantes para a atualidade. Vivemos um período onde a educação brasileira está em cheque, quando nós educadores falamos na valorização da educação é necessário que delimitemos melhor o tema, sobre pena de fazer uma análise precária e que não leve em conta os desafios que a realidade atual nos coloca. Temos um sistema educacional com fortes raízes no século XVIII e que não demonstra concretude com os tempos atuais. É necessário que debatemos a construção de uma nova educação, que não seja hierarquizada e baseados nos preceitos da educação libertadora e na emancipação do ser humano. Uma educação definida pelos pedagogos mais progressistas e consequente vinculados com a construção de uma educação onde todos sejam sujeitos na construção do conhecimento.

Como adepto da Pedagogia Histórico-crítica acredito que a educação não deve apenas estar vinculada com a questão de geração de mão de obra barata, mas que possibilite a diminuição das desigualdades sociais. Uma educação onde a democracia seja um ente fundamental da construção desta nova sociedade. Por isso me preocupo muito quando educadores sérios e comprometidos com a elevação do pensamento humano acabam por desmerecer a democracia. Acredito que houve um equívoco grave no texto de minha interlocutora usando de um reducionismo definindo “onde todos mandam e ninguém obedece”. Acredito que o grande problema do mundo é que apenas 1% da população seja dona da maior parte das riquezas, enquanto os outros 99% “dividem” o resto das riquezas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Uma análise mais profunda da realidade nos mostra que uma parcela ínfima da sociedade “manda” enquanto a maioria apenas obedece. Por isso o papel da educação deve ser o de também fortalecer a democracia. O problema do Brasil está longe de ser o excesso de democracia e sim a sua falta. É urgentemente necessário que se faça aquilo que a Constituição de 1988 não fez, que é o de fortalecer a Democracia Participativa. Os valores democráticos devem passar a ser uma realidade concreta da nossa sociedade, e o único caminho deve ser o seu fortalecimento e não o seu enfraquecimento, mesmo que involuntário por parte de educadores. Temos que sim enaltecer a nossa Democracia, porém tendo em mente que sua construção é uma atividade cotidiana e diária. A tarefa não é fácil, todavia desistir dela significa desistir do próprio processo de humanização. Por isso todos os vivas para a Democracia ainda serão poucos!


Publicado por: Marcelo Noriega Pires

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola