Whatsapp

Conhecendo a Venezuela

Educação

Breve história sobre a Venezuela.

A Venezuela é um país localizado no norte da América do Sul, na fronteira com o mar do Caribe. É delimitada ao sul pelo Brasil, a oeste pela Colômbia e a leste pela Guiana.  É o país com as maiores reservas de petróleo do mundo, com 300,9 bilhões de barris, de acordo com dados da CIA, a agência de inteligência dos Estados Unidos.

História

Apesar de a Venezuela ter sido descoberta por Colombo, foi Alonso de Ojeda quem, em 1499, pela primeira vez explorou o país, navegando ao longo do mar do Caribe até o lago Maracaibo. O navegador deu o nome de "Venezuela" ao país pela semelhança que encontrou entre as palafitas indígenas e a cidade italiana de Veneza.

O território venezuelano foi colonizado pelo Império Espanhol em 1522, apesar da resistência dos povos nativos. Em 1811, tornou-se uma das primeiras colônias hispano-americana a declarar a independência, mas que apenas foi consolidada em 1830, quando a Venezuela deixou de ser um departamento da Grã-Colômbia.

Em 6 de agosto de 1813, Simón Bolívar cumpriu uma promessa que fizera em 1805 a seu antigo mestre Simón Rodrigues em Roma: livrar a Venezuela do jugo colonial espanhol. A libertação de Caracas em 1813 foi apenas um episódio das idas e vindas, glórias e fracassos na vida de Bolívar.

A independência da Venezuela foi declarada pelo congresso nacional, no dia 5 de julho de 1811, mas levou alguns anos até que, após muitas batalhas entre os exércitos patriotas e os realistas, e com grande participação do comandante patriota Simón Bolívar e Francisco de Miranda, aquele país tornou-se completamente independente.

A Venezuela no Mercosul

A Venezuela aderiu ao Bloco em 2012, mas está suspensa, desde dezembro de 2016, por descumprimento de seu Protocolo de Adesão e, desde agosto de 2017, por violação da Cláusula Democrática do Bloco. Todos os demais países sul-americanos estão vinculados ao MERCOSUL como Estados Associados.

Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina anunciaram no dia 02 de dezembro de 2016 a suspensão da Venezuela do Mercosul por tempo indeterminado. O Mercosul é um bloco econômico que foi criado pelo Tratado de Assunção em 1991.

Economia

Venezuela tem uma economia voltada para a exportação. A principal atividade econômica é a exploração e refino de petróleo. É a quinta maior economia da América Latina, depois do Brasil, México, Argentina e Colômbia.

O bolívar era a moeda corrente oficial da Venezuela. Foi criada em 1879 pelo Presidente Antonio Guzmán Blanco, e leva seu nome em homenagem a Simón Bolívar, que foi o herói da independência latino-americana. A emissão do bolívar forte é controlada pelo Banco Central da Venezuela (BCV), que faz as moedas e imprime as notas na sua própria casa da moeda. A partir de 20 de agosto de 2018 a moeda passou a se chamar de bolívar soberano.

Desde 2014, a economia do país está em forte recessão, com a redução da atividade econômica, aumento do desemprego e da inflação, além de um maior endividamento por parte do Estado, que não conseguiu colocar suas contas em dia. Como resultado, o PIB encolheu e os índices de pobreza aumentaram.

Cultura

A cultura venezuelana trata-se de uma cultura de três civilizações: africanos, indígenas e espanhóis. A cultura, de um modo geral, assemelha-se à cultura da América Latina. A gastronomia provém das tribos indígenas e dos espanhóis, a música e as artes pictóricas dos africanos e a língua dos espanhóis.

Dentre os costumes da Venezuela pode-se citar: povos bem hospitaleiros, realização de grandes festividades, costume de assistir novelas, religiosidade e etc. Todos esses costumes demonstram a tradição e cultura da Venezuela.

A Culinária da Venezuela tem tradição em alimentos como o feijao preto, as bananas cozidas e o arroz, os quais comem-se normalmente acompanhados de carne bovina, suína, frango ou frutos do mar. O pão tradicional é composto de um bolo em formato de círculo, feito à base de fubá, o qual chama-se arepa.

O Joropo nasceu da mescla cultural de nativos, europeus e africanos. Toda esta mistura criou a que é hoje a dança típica da Venezuela e também praticada em parte da Colômbia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Turismo

Praias paradisíacas, ilhas com águas cristalinas, montanhas incríveis e uma cultura diferenciada de tudo que já viu. Localizada no noroeste da América do Sul, a Venezuela oferece opções que agradam todos os gostos.

Ilha de Margarita

Localizada na cidade de La Asunción, em pleno mar do Caribe. A Ilha é um dos pontos mais visitados em toda a Venezuela.

Cidade de Mérida

A principal atração da cidade é um teleférico o qual é considerado o mais longo e mais alto do mundo, com uma subida de 12,5 km. O passeio pelo teleférico sai da cidade de Mérida a 1600 metros e chega a 4765 metros acima do nível do mar em sua última estação. Ao todo, são realizadas quatro paradas. É muito comum que as pessoas passem mal devido aos efeitos da altitude. Por isso, em todas as estações têm pessoas ligadas à área saúde para dar um suporte ao turista, bem como tubos de oxigênio para compensar o ar rarefeito.

Uma das poucas cidades onde é possível ver neve na Venezuela. Com 3000 mil habitantes, a cidade é famosa pelas suas universidades que atraem jovens do país inteiro.

Monte Tepuy Kukenán

Uma das formações geológicas mais antigas do planeta, com quase 3.000 m de comprimento e 3 km de comprimento. A formação já existia antes mesmo dos continentes de separarem, cerca de dois bilhões de anos atrás. A formação surpreendente das rochas se deu por conta do vento e chuvas, que foram moldando-as com o tempo.

Pico Bolívar

Localizado na Cordilheira dos Andes, é o pico mais alto da Venezuela. Possui quase 5.000 m de altitude e tem uma vista espetacular.

Colônia Tovar

Devido a colonização, é um pedaço da Alemanha em meio a Venezuela. As tradições alemãs se mantêm por lá graças aos imigrantes. Culinária, vestimenta, cultura e até mesmo o idioma, o clima alemão prevalece.

A cidade de Caracas

A cidade de Caracas foi fundada em 1567 com o nome de Santiago de León de Caracas, pelo explorador espanhol Diego de Losada. Caracas foi a terra natal de duas proeminentes figuras históricas da América Latina: Francisco de Miranda e "El Libertador" Simón Bolívar. Caracas é mega agitada como qualquer outra metrópole. Por lá se encontra uma grande quantidade de parques, museus, igrejas e passeios que dão um salto na cultura do país.

Dados gerais

Área: 916.445 km²

Capital: Caracas

População: 31,9 milhões de habitantes (estimativa 2020)

Moeda: bolívar soberano (desde 20 de agosto de 2018)

Nome Oficial: República Bolivariana da Venezuela

Nacionalidade: venezuelana

Data Nacional: 5 de julho - Dia da Independência

Governo: República Presidencialista

Presidente da República: Nicolás Maduro (desde 8 de março de 2013)

Divisão administrativa: 23 estados

DADOS GEOGRÁFICOS:

Localização: norte da América do Sul

Cidade Principais: Caracas, Barcelona, Valencia, Barquisimeto e Ciudad Guayana e Tucupita.

Densidade Demográfica: 34,9 habitantes/km2 (ano de 2020 - estimativa)

Fuso Horário: - 1h (em relação à Brasília) e UTC-4

Clima: tropical

DADOS CULTURAIS E SOCIAIS:

Composição da População: eurameríndios 67%, europeus ibéricos 21%, afro-americanos 10% e ameríndios 2%.

Idioma: espanhol (oficial)

Religião: cristianismo 92,7% (católicos), outras 7,3%.

IDH: 0,726 (Pnud 2018) - índice de desenvolvimento humano alto.

Expectativa de vida ano nascer: 74,7 anos (Pnud 2017)

Índice Gini: 44,8 (médio) - ano de 2013

Analfabetismo: 4,3% (referência: ano de 2019)

PRINCIPAIS DADOS DA ECONOMIA:

Produtos Agrícolas: cana-de-açúcar, banana, abacaxi, milho, arroz, laranja, sorgo e mandioca.

Pecuária: bovinos, suínos, caprinos e aves.

Mineração: petróleo (principal), gás natural, carvão mineral, diamante, ouro, bauxita e minério de ferro.

Indústria: refino de petróleo, metalúrgica, siderúrgica, alimentícia e química.

Inflação: cerca de 4.000% ao ano (em 2020)

Renda per capita (PIB per capita): US$ 10.100,00 (ano de 2020)

PIB (nominal): US$ 178,5 bilhões (ano de 2020)

RELAÇÕES EXTERIORES:

Banco Mundial, FMI, Grupo do Rio, Mercosul, OEA, ONU, OMC, Opep.

Fonte: https://www.suapesquisa.com/paises/venezuela/

Referências bibliográficas

ARRAIZ LUCCA, Rafael. Venezuela: 1830 a nuestros días. Breve história política – Editora Alfa. Venezuela, 2007.

GARRIDO, Alberto (2000). La Revolución Bolivariana. De la guerrilla al militarismo. Revelaciones del Comandante Arias Cárdenas. Mérida: Editorial Venezoelana.

https://www.suapesquisa.com/paises/venezuela/


Publicado por: Benigno Núñez Novo

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.