Topo
pesquisar

A Relutância dos Professores diante do 'Óbvio'

Educação

A Relutância dos Professores diante do 'Óbvio', o problema dos escritores, A Arte da Guerra para Professores, Educação no Brasil, área da educação.

Um dos grandes problemas dos escritores e dos palestrantes voltados para a área da Educação, especialmente direcionados a professores, é a frase "chavão" utilizada pelos pelos nossos educadores: o assunto é óbvio. Para a maioria, o escritor encheu as páginas de seu livro com assuntos óbvios, que eles já cansaram de ler, e o palestrante encheu a apresentação de slides óbvios, e o resultado da palestra, conseqüentemente, não é muito positivo.

E por que tudo continua do mesmo jeito? Por que o ensino-aprendizagem cai a cada dia, a indisciplina piora, os prédios escolares são danificados pelos alunos? Porque os professores continuam sempre culpando tudo, mas não voltando para dentro de si mesmos e fazendo uma auto-análise profissional. Como a classe é resistente e desunida, a cultura dos professores precisa mudar. E essa é uma das tarefas mais difíceis para melhorar a Educação no Brasil.

Em meu livro "A Arte da Guerra para Professores" abordo temas considerados 'óbvios' para os professores, mas sob um enfoque diferente, voltado para a reflexão, para a mudança, para a valorização da classe.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ouvi, recentemente, após uma palestra, o seguinte comentário de uma professora com bastante tempo de magistério: "Tudo isso nós já ouvimos. O problema é o processo." Pergunto eu: Que processo? Aquele que muitos professores e professoras vêem todos os dias no espelho de suas casas? Talvez. Por que há professores e escolas por esse Brasil afora que conseguem verdadeiros "milagres" sem material algum, somente com a criatividade, alcançando resultados positivos com seus alunos e com a comunidade em volta?

Culpar apenas o 'processo' e o sistema é muito fácil. Mas é necessário muito mais que isso. É preciso, entre outras coisas, que muitos professores peçam demissão por estarem na profissão errada, atuando como educadores sem nunca terem sido - ou por falta de opção de curso de graduação ou profissional -, estando ali apenas em busca de um emprego.

Isso nada tem a ver com Educação. Isso é óbvio?

*Prof. Maurício Apolinário
é autor do livro "A arte da guerra para professores"
Contato pelo site: www.mauricioapolinario.recantodasletras.com.br


Publicado por: Prof. Maurício Apolinário

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola