Whatsapp

Desnutrição: Implicações no desenvolvimento motor

Educação Física

Como a desnutrição interfere no processo de desenvolvimento motor.

Resumo


As habilidades motoras, desenvolvimento e crescimento começam na vida intra-uterina. A desnutrição se não cuidada logo nos primeiros meses de vida, quando o feto ainda está em processo de formação pode acumular em uma serie de problemas prejudiciais para o seu bom desenvolvimento acarretando no atraso de suas funções orgânicas e neuromuscular ao longo de sua existência.


Palavras-chave: Desnutrição. Habilidades. Neuromuscular.



Nossos movimentos motores para serem progressivos e naturais dentro de uma “normalidade” vão depender de vários fatores internos e externos que começa na gestação até maturação, estado diretamente ligados as habilidades neuromotoras. Ainda na gestação, a falta de nutrientes no organismo da mãe pode afetar um bom funcionamento dos sistemas nervoso e muscular (Barros, Manhaes-De-Castro et al., 2006; Barreto-Medeiros, Queiros-Santos et al., 2007; Lopes De Souza, Orozco-Solis et al., 2008; Toscano, Amorim et al., 2008).

A desnutrição geralmente ocorre quando há uma carência ou deficiência de nutrientes essenciais ao organismo, comprometendo o crescimento e o desenvolvimento do indivíduo. Quando a alimentação é deficiente, o corpo humano sofre adaptações para continuar funcionando e muitas vezes estas adaptações provocam alterações como diminuição do peso e estatura, fraqueza, dificuldade de raciocínio, mutilação nos movimentos motores,

Vários estudos foram feitos para mostrar a relação entre desnutrição e desenvolvimento motor e foi verificado que existe uma correlação significativa que pode afetar o crescimento do indivíduo. Os movimentos musculares ao longo da vida devem ser estimulados para seu bom funcionamento e o crescimento infantil. “A nutrição tem sido aceita como um pré-requisito para o crescimento e desenvolvimento adequado, a desnutrição gera atraso do desenvolvimento psicomotor e intelectual” (Mansur SS, Neto FR. Desenvolvimento europsicomotor de lactentes desnutridos/).

Assim nesse sentido prejudica e retarda o que se diz “padrão” de atividades motoras principalmente se a mãe não tem uma boa alimentação e conseqüentemente seus filhos, se não forem bem alimentados, serão também desnutridos. (Sem atividade física suficiente o corpo perde rigidez nas fibras musculares e implica no desenvolvimento neuro-motor das crianças). “A deficiência na atividade locomotora e nas propriedades do músculo esquelético pode repercutir no desenvolvimento neuro-motor e nas Habilidades motoras “das crianças” (Barros, Manhaes-De-Castro et al., 2006).

O acompanhamento do crescimento e desenvolvimento indica as condições de saúde e de vida da criança e com isso levantam-se dúvidas sobre o desenvolvimento neuro-motor e de habilidades motoras de crianças em idade escolar e sua relação com o estado nutricional materna.

Como prevenir a desnutrição?

Orientar corretamente as mães a respeito do aleitamento materno.

Divulgar informações sobre o conceito de alimentação saudável em locais e em meios de comunicação.

Alimentos que são ricos em vitaminas, minerais e fibras.

Uma alimentação balanceada possuindo as calorias suficientes previne várias doenças e atende as necessidades básica do corpo e o indivíduo conseguirem ter seus movimentos motores em perfeito funcionamento.

Para Kane (1993) a dieta equilibrada é aquela que apresenta relação proporcional com a demanda energética, com as necessidades especiais do crescimento, da regeneração ou da resposta ao estresse, assim como, da prevenção de doenças e manutenção da saúde.

Os principais objetivos do tratamento são:

Recuperar o estado nutricional.

Normalizar as alterações orgânicas ocasionadas pela desnutrição.

Promover o crescimento (no caso das crianças) e o ganho de peso.

Existem recomendações gerais que ajudam no tratamento de desnutridos: uma dieta específica para o caso, aliada a uma educação (ou reeducação) alimentar; orientações sobre higiene alimentar e pessoal; e a participação familiar nesse processo.

Dessa forma é possível apontarmos a desnutrição protéico-calórica como fator limitante no desempenho motor, estando suas conseqüências fisiológicas, intimamente relacionadas com alterações metabólicas no exercício físico.




REFERÊNCIAS

Barreto-Medeiros, J. A. Queiros-Santos, et al. Stress/aggressiveness-induced immune changes are altered in adult rats submitted to neonatal malnutrition. Neuroimmunomodulation, v.14, n.5, p.229-334. 2007.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Barros, K. M., R. Manhaes-De-Castro, et al. A regional model (Northeastern Brazil) of induced mal-nutrition delays ontogeny of reflexes and locomotor activity in rats. Nutr Neurosci, v.9, n.1-2, Feb-Apr, p.99-104. 2006.

Lopes De Souza, S., R. Orozco-Solis, et al. Perinatal protein restriction reduces the inhibitory action of serotonin on food intake. Eur J Neurosci, v.27, n.6, Mar, p.1400-8. 2008.

NEIVA, Cassiano Merussi, Guerino Marcelo Renato, Mello Maria Alice Roston. Análise dos efeitos da desnutrição Proteico-calórica sobre as respostas ao Exercício agudo (single section) Parâmetros metabólicos· Motriz – Volume 1, Número 1, 32- 43, junho/1999
Toscano, A. E. M. A. Amorim, et al. Do malnutrition and fluoxetine neonatal treatment program alterations in heart morphology? Life Sci, v.82, n.21-22, May 23, p.1131-6. 2008.


Os autores

Alberlice de Oliveira Adão - Pedagoga, Acadêmica de Ed. Física e Pós-graduando em Ed. Física Escolar 
Adriana Magalhães2 -  Pós-Graduando em Ed. Física Escolar
Claudia da Silva Sacramento - Pós-Graduando em Ed. Física Escolar 
Daniely Serra - Pós-Graduando em Ed. Física Escolar 
Edinalva Assunção -  Pós-Graduando em Ed. Física Escolar 
Geyse Arruda Ramos - Pós-Graduando em Ed. Física Escolar
Maria Alvanéia das Neves Rosa - Pós-Graduando em Ed. Física Escolar 
 Waldene dos Santos Tenório - Pós-Graduando em Ed. Física Escolar 
Judite Filgueiras Rodrigues - Docente da Disciplina: Crescimento, Desenvolvimento e Aprendizagem Motora, Msª. Ciência da Educação e Drª. Ciência do Movimento Humano


Publicado por: geyse arruda ramos

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.