Topo
pesquisar

Terminal de Integração: Uma Arapuca Para o Cidadão Campinense

Atualidades

Você já ouviu falar do Terminal de Integração de Campina Grande? Clique e saiba o que está acontecendo!

O termo arapuca é segundo o dicionário da língua portuguesa, usado para designar uma espécie de armadilha, e é nesse exato momento, o termo que melhor esclarece a atual situação que passa o terminal de integração de campina grande, localizado por trás do teatro municipal Severino Cabral. Os vários arrastões que aconteceram e vêm acontecendo naquele local, deixam os usuários do transporte coletivo de campina grande, com a temerosa sensação de estarem dentro de uma verdadeira arapuca, quando adentram naquele espaço público.

Acreditamos que a insuficiência de efetivo policial na cidade, seja um dos principais problemas que de forma direta interferem numa melhor segurança aos usuários daquele espaço. Campina Grande é hoje uma cidade com mais de 400 mil habitantes, segundo o último censo do IBGE, e por conta de sua crescente expansão populacional necessita obviamente, de um efetivo policial proporcional ao seu crescimento. No último dia 30 de junho de 2016 por volta das 6 horas da manhã, novamente os usuários desse sistema viário, foram vítimas mais uma vez da ação inescrupulosa desses criminosos, que segundo as vítimas em depoimento aos programas jornalísticos da cidade, afirmaram que vários populares, tiveram seus bens subtraídos pelos marginais que estavam de posse de arma branca (faca peixeira).

Em programa jornalístico veiculado na cidade, o comandante da policia militar afirma que, existe uma viatura designada para dar segurança aos usuários daquele local, mas que, no exato momento que ocorreu tal ação, tinham saído para atender ocorrência em outro ponto da cidade. Com isso fica comprovado que o efetivo policial de Campina Grande é insuficiente, já que um local com o histórico de vários crimes sofridos, como o terminal de integração necessitaria de um policiamento fixo, pois a grande quantidade de usuários daquele local torna-se evidentemente um grande atrativo para a marginalidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ainda de acordo com a mesma reportagem, nas proximidades do terminal de integração, elementos que atacaram uma mulher e levaram seus pertences, a policia foi avisada e em uma ação rápida e merecedora de elogios, ainda conseguiu capturar dois elementos que inclusive ainda estavam de posse de alguns dos objetos subtraídos, aparentemente os elementos capturados eram menores de idade, o que infelizmente por conta de nossa infame legislação, nos leva a deduzir que caso se confirme a menor idade, em breve estarão na ativa novamente. A desproporcionalidade entre efetivo policial e a população de Campina Grande, notadamente pode ser indicada como uma das falhas, mas conscientemente podemos visualizar também, uma má vontade política entre a administração municipal e o Governo Estadual, onde nessa queda de braços, quem sofre é sempre o trabalhador, o estudante e a dona de casa que precisa utilizar esse Serviço Público, e por conta de más administrações, ficam a mercê da marginalidade.


Publicado por: JORGE LUCENA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola