Topo
pesquisar

Redução da Maioridade Penal

Atualidades

Defesa ou contradição da maioridade penal? Clique e confira um pouco mais sobre o tema.

Defesa ou contradição da maioridade penal

Há alguns anos, o Brasil iniciou uma discussão calorosa, onde estava em pauta a redução da maioridade penal para 16 anos. Nos últimos anos as ondas de criminalidade, começaram a crescer devido ao aumento na participação de menores em grande parte dos crimes realizados.

Todavia esse é um assunto que devemos abordar desde os princípios de suas raízes. Começando assim, a rever as medidas educacionais, como cultural e familiar!

Em discussão com a sociedade, muitas pessoas estão divididas entre, a favor ou contra. Alguns estudiosos da lei Penal e Infantil concordam com certos pontos, mas acabam discordando com outros. Devido às divergências acarretadas por infinitos problemas presentes em nosso País, podemos destacar: a precariedade e a superlotação dos nossos sistemas presidiários.  Onde esses sistemas, são insuficientemente para o total dos presidiários, superlotando assim, todas as celas existentes.

A sociedade brasileira para deter de uma crescente taxa de indícios de criminalidade, deverá começar a fazer longos investimentos fundamentados e baseados na educação, na saúde e na própria família como um só. Podemos começar a agir na base de todas as raízes, que é a família, onde os pais deverão e terão que mostrar ao seu filho, o poder que eles exercem. Certo que não demonstrando poder, batendo ou relativamente espancando o seu filho, e sim, mostrando o que seria certo ou não, para um caminho bem sucedido da nossa sociedade. A criação educacional e cultural de uma pessoa é realizada ao devido transcorrer de sua vida, é partir dela que nos determinamos o nosso futuro, onde sucessivamente repassaremos a nossa criação para todas as gerações que ainda virão...

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A instauração de leis para a redução da maioridade será bem-vinda, mas com intuitos e criações, de acordo com o crime, a idade do indivíduo, sendo proporcional ao seu Ato infracional. Outro caso que deveremos colocar em prática é a não colocação desses “menores” junto aos outros indivíduos. E sim, separados, onde poderão ser postos em um sistema carcerário especializados e existente aos adolescentes. 


Publicado por: Diego Isaac Lopes

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola