Topo
pesquisar

Janeiro Branco e Saúde Mental

Atualidades

Fazer a campanha no mês Janeiro se tornou estratégico para que todas as pessoas possam refletir e combater o adoecimento emocional, chamar atenção aos temas da saúde mental e saúde emocional.

A campanha do janeiro branco tem o intuito de abordar questões importantes do cuidado com a saúde mental. Não se pode negar que o sofrimento psicológico esta em destaque dentre os problemas de saúde que vivemos na atualidade. Promover a saúde mental é muito mais que ter um cérebro funcionando bem.

Saúde Mental é o equilíbrio emocional entre o nosso interno e as vivências externas. É a capacidade de administrar a própria vida e as suas emoções dentro de um ampla variação de situações ocorrente, É ser capaz de aceitar suas próprias ações sem perder a noção de tempo e espaço. É buscar viver a vida em seu máximo equilíbrio, respeitando a si mesmo e o outro. Aceitar as exigências da vida. Saber lidar com as boas emoções e também com as desagradáveis: alegria/tristeza; coragem/medo; amor/ódio; serenidade/raiva; ciúmes; culpa; frustrações. Saber reconhecer seus limites e buscar ajuda quando necessário.

Ao longo da vida podemos ser afetados por problemas mentais, de maior ou menor gravidade, algumas fases não tem como ser evitada, como por exemplo, menopausa, envelhecimento, perda de ente querido na família, desemprego, fatores genéticos e /ou traumáticos podem estar também  em doenças mentais graves.  Os problemas de saúde mentais mais frequentes são ansiedade, mal estar psicológicos e stress, depressão, dependência de álcool e drogas, e outros transtorno psicológicos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fazer a campanha no mês Janeiro se tornou estratégico para que todas as pessoas possam refletir e combater o adoecimento emocional, chamar atenção aos temas da saúde mental e saúde emocional.

Em uma humanidade necessita de novos tempos, de novos ciclos, novos olhares para questões mentais e emocionais, é importante orientar as pessoas a pensarem em suas vidas, reescrever uma nova historia caso necessário, cuidarem das suas próprias emoções, investir em autoconhecimento buscar propósitos para suas existências e a cuidar de si mesmo, se colocar em prioridade não é ser individualista, pois quando estamos bem com nos mesmo, conseguimos ajudar o outro da melhor forma. Quem cuida da mente, cuida da vida. 

 

Cristiana Caroline Leite Martins
Psicóloga Clínica - CRP/MT 04094


Publicado por: Cristiana Caroline Leite Martins

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola