Topo
pesquisar

Globo e Record: a briga pela audiência

Atualidades

A briga entre as duas grandes emissoras de TV - Globo e Record - não é e nunca será religiosa, é apenas pela audiência.

"A nossa vida não deve ser caracterizada por inquietações que geram ansiedades, e sim pela fé que produz felicidade" C. H Spurgeon

"Prega a palavra, insta a tempo e fora de tempo, admoesta, repreende, exorta, com toda longanimidade e ensino. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas. Tu, porém, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.” (II Timóteo 4: 2-5)

Estão me perguntando muito sobre essa briga TV Record e TV Globo, se é uma briga religiosa ou não. Nunca foi e jamais será. A briga é pelo poder da audiência. Como o dono da Record é um pastor então a aparência é de ares religiosos.

Eu li o livro do Bispo Edir Macedo (biografia), o assunto do livro gira em torno de Globo e Record. Não é somente de um lado a intriga. Ela gira para os dois lados. Um quer abocanhar o outro na tentativa de conquistar o primeiro lugar.

Não vejo nada de mais nessa briga, se tornou apenas o particular em público. Tanto que as matérias tem sido reproduzidas nas duas emissoras. Perguntaram-me também se eu acho o Bispo mercenário. Não sei responder essa pergunta, não convivo com ele, nem conheço seus membros para tal. O que saiu nas reportagens de pessoas acusando não serve de parâmetro para essa resposta, já que as ofertas dadas nas instituições religiosas são totalmente voluntárias. Não há então comprovante das mesmas.

Se há apelos excessivos para arrecadação de dinheiro a culpa é dos próprios fieis que estão lá sem fazer nenhuma análise bíblica dos fatos. O problema maior está em nós que não analisamos a Bíblia que falamos ser nossa regra de fé e conduta. O que o homem fala no púlpito se torna lei sem pensamento.

A própria Bíblia nos diz que nosso culto tem que ser RACIONAL. Com razão, lógica. O pensamento não pode ser deixado de fora dos templos e entrarmos feitos animais de viseiras. “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso CULTO RACIONAL.” (Romanos 12:1)

O que me parece é que certos fieis estão deixando a prática da leitura Bíblica e se enveredando para a conquista mais fácil, então onde há um anuncio de fé e ganho as pessoas correm para lá cegas de que Deus apenas pode ser adquirido por meio de ofertas volumosas. A razão é tão inexistente nestes fatos mostrados pela TV que pessoas estão dizendo que venderam bens para ofertar. Você pode examinar toda Bíblia e não encontrará nela nenhuma ordenança para isso. O que nos é ordenado é o dizimo (10%) para que a casa de Deus (o templo) tenha do que se sustentar. Não podemos ignorar que o dinheiro faz parte das igrejas, e não tem como ser diferente. Temos contas a pagar, funcionários. Tem que haver higiene e outras dispesas necessárias para a manutenção do templo, mas nada que seja irracional. Vejamos o que está escrito sobre as ofertas e dízimos: “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós tal bênção, que dela vos advenha a maior abastança.” (Malaquias 3:10)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essa briga continuará se retirarmos a Igreja Universal de foco. Não mudará em nada. Os personagens serão os mesmo, só não haverá participação da população nas reportagens. Mas a briga não deixará de existir, a Record tem ganho espaço com a população. Com programas de violência, sexo, brigas, novelas que não perdem para a Globo em más influências e deleite de satanás para a família e atos indevidos.

A briga é por audiência não importando se estão dando bons ou maus exemplos à sociedade. E se tem audiência estão ali trabalhando. Nós gostamos de culpar os outros e esquecemos que o poder da audiência não está com a TV e sim no nosso controle remoto. Queremos ser dominados, assim temos a quem culpar e retirar de nós a falta de senso e de responsabilidade pelos atos cometidos.

A questão financeira dentro do meio religioso não é novo na nossa história, outras religiões se enriqueceram por meios duvidosos também. Agora cabe a cada membro avaliar a conduta de seus lideres diante da Bíblia e ver se estão ou não andando de forma reta e ética.

A palavra vai ser pregada, alguns por dinheiro, outros por interesses políticos, ou por vários tipos de interesse. O que vale dizer é que nós devemos estar atentos à voz do Espírito Santo que a ninguém deixa enganar. Não sou juiz sobre a vida de ninguém, mas Deus não deixa nenhum de seus filhos enganados. Basta examinarmos as Escrituras, pois é nela que contém a verdade e vida eterna. O povo de Deus está perecendo não é por falta de lideres, mas por falta de conhecimento do Deus que servem, por falta de examinar as Escrituras para encontrar nelas a verdade de Cristo. Enquanto estivermos folgados esperando receber tudo pronto de outros estaremos nas mãos de pessoas prontas a explorar a fé a boa fé e a sua confiança.

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.” (Oséias 4:6)

Estamos criando nossos próprios mestres, mestres em nossas vontades e desejos. Mestres prontos a nos destruir com sua avareza sem fim. Mestres que não medem esforços para tirar e sugar do povo que não se preocupa em conhecer quem realmente é Deus e qual sua vontade para cada um de nós. Esquecemos do sacrifício de Cristo por nós e continuamos a sacrificar a nós mesmos pelo que não é necessário. O preço pela salvação já foi pago em Cristo. Cabe-nos agora louvá-lo e dedicar nossa vida em Santidade.

Dinheiro é e sempre será a grande jogada, seja religiosa ou não. Ele mexe com nosso brio. Mexe com nossa avareza, desejos incontrolados. Enquanto nosso DEUS FOR O DINHEIRO cairemos em todas e qualquer armadilha. “Porque, onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração” (Lucas 12: 34)

Até a próxima...


Publicado por: silvia leticia carrijo de azevedo sá

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola