Topo
pesquisar

Futuros Consumidores

Atualidades

Uma reflexão sobre a publicidade de crianças na atualidade.

A publicidade para crianças neste mundo, sem dúvida, tem sido apelativa e eficaz, pois os pais consomem para satisfazer os anseios das mesmas. Nunca, antes, houve tantas propagandas com tendências nocivas para as tais crianças. 
Usam um determinado logotipo de desenho visando vender e lucrar sem, ao menos, refletir se está efetuando algo prejudicial a um escolhido público-alvo. É desadequado e entra em divergência com a ética. Isto, portanto, fará com que às crianças tenham o desejo incessante de consumir cada vez mais. 
Outro ponto a ser levado em consideração são os pais, eles, ou a maioria, são contra o uso de gostos das crianças para o desígnio de vendas. Os jovens são o futuro do País, não podem cair em manipulação de comerciais televisivos. Lucrar mais que o concorrente é predominante para esse irregular objetivo. Um exemplo é a “Xuxa” designada “Rainha dos Baixinhos”, incentiva crianças a comprar os brinquedos da marca dela em propagandas. Esta apresentadora é famosa e, com isso, buscar vender. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por conseguinte, deve-se ter uma coibição desse tipo de propaganda das crianças por parte do Governo Federal do Brasil. Os pais, incessantemente, precisam ter o controle do que os filhos veem no televisor e outros meios de publicidade. Essas duas propostas são factíveis, basta ter um esforço das partes citadas, as quais têm de ter responsabilidade e conscientização em prol das crianças.


Publicado por: Jefferson Reis

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola