Topo
pesquisar

(C.N.H.) Na ponta dos dedos, uma proposta a nível nacional

Atualidades

Uso da carteira nacional de habilitação (C.N.H.), digitalização da atual carteira, pontos positivos e negativos, avanços tecnológicos, e a utilização através do smarthfone.

Nos últimos dias a imprensa nacional vem divulgando uma nova forma de uso da carteira nacional de habilitação (C.N.H.), essa nova forma trata-se de uma espécie de digitalização da atual carteira, podendo com isso ser utilizada pelo usuário através do smarthfone. Aparentemente pode ser uma boa ideia, no entanto, o Brasil por ainda ser um País de terceiro mundo, onde infelizmente a sua grande maioria da população, não possui recursos nem salários adequados e justos, a ponto de termos a certeza de que todos que possuem a CNH, possam também possuir um smarthfone, torna essa proposta do ponto de vista social inviável.

Apesar da tentativa do governo federal de introduzir a tecnologia nesse setor no sentido de facilitar, tanto a vida do usuário, quanto das autoridades no sentido de fiscalizar e promover um trânsito cada vez melhor, não pode deixar de pensar naqueles condutores de veículos automotivos que possuem a sua “CNH” e, no entanto, não possuam recursos suficientes para possuir também um smarthfone ficarem de fora de tão importantes avanços tecnológicos. E mesmo os que possuam, caso tenham os seus aparelhos roubados, será que seus dados não poderão ser extraídos e utilizados por terceiros? Já que os mesmos talvez dependendo do programa utilizado possam também armazenar informações do usuário.  

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Observando esses pontos positivos e negativos, concluímos que uma proposta ainda mais viável do ponto de vista tecnológico, e que atenderá toda a população Brasileira que possua CNH, é que independentemente de sua posição social ou econômica, ele adquirira uma maior segurança. Refiro-me a proposta de um sistema a nível nacional, que inclua as informações de todas as habilitações fornecidas pelos estados Brasileiros, tais informações ficariam a cargo dos estados em um sistema integrado que contaria como chave de acesso a impressão digital do usuário, já que comprovadamente as impressões digitais são pessoais e intransferíveis, sem falar na maior segurança. Dessa forma através de um sistema integrado de computadores online, de dentro das próprias viaturas de patrulhamento, o usuário seria facilmente identificado, e se possuía ou não a CNH, e em caso positivo quais as suas condições atuais. Fica dessa forma uma proposta que além de mais acessível e mais segura, é também mais confiável.


Publicado por: JORGE LUCENA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola