Topo
pesquisar

Carro elétrico por U$20 mil

Atualidades

As melhorias com a chegada da nova tecnologia.

A tecnologia dos carros elétricos se desenvolve na mesma velocidade da rotação de seus motores. E não é apenas com relação ao aperfeiçoamento das baterias, a estrutura das cidades evoluem juntamente com os carros. Nos Estados Unidos, uma fortuna de dinheiro público e privado está sendo investido para que residências, prédios comerciais e locais públicos se adequem para receber, já no final deste ano, os primeiros carros elétricos produzidos em grande escala.

Além disso, o governos federal e os governos estaduais e empresas de geração de energia estão trabalhando em conjunto para que o mercado de veículos elétricos se torne realidade o quanto antes. E é preciso mesmo agir rápido, pois o Leaf da Nissan, que chegará às concessionárias em dezembro próximo, já possui 20 mil encomendas e os pedidos não param de chegar. Para reservar um Leaf o consumidor deve depositar apenas U$99.

Porém, não é apenas o valor de depósito que agrada aos compradores, o melhor são os incentivos de U$7.500 do governo federal, U$2.500 dos governos estaduais que adotaram a política de incentivo ao carro elétrico (a exemplo do Tennessee e da Califôrnia) mais U$3.000,00 oferecido pela empresa de energia, no caso do proprietário ter instalado em sua residência equipamento de reabastecimento. Daí, com todos esses benefícios somados (U$13 mil), pode-se comprar o Leaf por U$20 mil. Continuando assim, não vai demorar muito para os veículos elétricos abocanharem boa parcela do mercado, como pretende o governo americano.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As estações de recarga que estão sendo instaladas nas residências servem a qualquer veículo elétrico, o Chevrolet Volt pode ser totalmente recarregado em 10 horas conectado em uma tomada comum de 110v ou em quatro horas por uma estação de 240 volts. A Chevrolet anunciou que irá oferecer um sistema chamado "Voltec" de 240 volts para as residências por preço estimado entre U$ 490 e U$1.475, dependendo dos requisitos elétrico de cada residência. Você pode acompanhar o processo de recarga de um Volt pelo site: http://www.youtube.com/watch?v=qfZx6UdGJK8&feature=player_embedded

Por aqui o carro elétrico anda a passos de cágado

Infelizmente, pouco se fala ou faz para que o carro elétrico seja incentivado no mercado brasileiro. Porém, apesar de acanhadas, algumas experiências são tentadas.

A Companhia Paranaense da Energia (Copel), por exemplo, está fazendo a sua parte, inaugurando o primeiro posto de recarga elétrica, situado na área de desembarque do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais (PR), a fim de abastecer um Pálio Weekend da Fiat, o primeiro táxi elétrico em circulação no Brasil. A meta da Copel é contar com uma frota de veículos elétricos até a Copa do Mundo de 2014. Um ótimo exemplo a ser seguido. Aliás, mais uma vez, a capital paranaense sai na frente para servir de modelo em projeto de transporte. Bem que poderia ser seguida por outros governantes.

FONTE: http://www.nytimes.com/2010/10/08/business/08electric.html?_r=3
http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/taxi-eletrico-comeca-rodar-pr-268744_p.shtml


Publicado por: evaldocosta

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola