Topo
pesquisar

Campina Grande e o “Toque de Recolher”

Atualidades

Você já ouviu falar em toque de recolher? Clique e confira uma reflexão acerca do tema em Campina Grande.

Toque de recolher é como se chamava a proibição, decretada por um governo ou autoridade, de que pessoas não permaneçam nas ruas após uma determinada hora. O nome deriva essencialmente da prática europeia em períodos de guerras, onde após determinada hora geralmente no início da noite, era soada uma sirene para que a população deixasse as ruas em caso de bombardeio. Felizmente em Campina Grande ainda não chegamos a tanto, mas de forma indireta é esse pensamento que vem logo a cabeça da população Campinense, a partir do momento em que as empresas de transporte coletivo da cidade, anunciam na imprensa local que o transporte coletivo estará à disposição da população somente até às 20h. Essa iniciativa contrária os interesses da população Campinense, que diante das dificuldades em conseguir um transporte público de qualidade e acessível, tem seu direito de ir e vir suprimido diante das vontades do crime organizado, e da incompetente e inoperante força do estado, em dar segurança à população.

Campina Grande é uma cidade de porte médio, que possui indústrias e grande quantidade de estabelecimentos comerciais, e que necessita de um transporte público de qualidade e de uma segurança equivalente. Mas infelizmente diante da falência da segurança pública do estado da Paraíba, os campinenses estão à mercê das vontades do crime organizado, onde o mesmo se encontra instalado dentro do presídio do serrotão, e que quando contrariados ordenam de forma indiscriminada, aos comparsas que atuam fora do presídio as mais variadas atrocidades, onde a mais recente foi à queima covarde de ônibus. A polícia procura dentro de suas possibilidades responderem a altura, mas a inoperância do estado no investimento e planejamento quanto à segurança pública, deixa muito a desejar no requisito inteligência e prevenção. No final das contas quem paga é a população, reduzindo horas de trabalho no período noturno por conta da enorme falta de segurança, e de uma precária mobilidade urbana. Dessa forma Campina Grande pela primeira vez na sua história, é forçada a acatar de forma indireta, uma espécie de “TOQUE DE RECOLHER” imposto pelo atual crime organizado, que nos próximos dias com a redução do horário de funcionamento dos transportes públicos, praticamente priva a cidade de funcionar no período noturno e só Deus sabe até quando. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A população Campinense e Paraibana, não pode se calar diante desse momento de crise e falta de segurança, proporcionados pela inércia de nossos parlamentares, e pela inoperância séria e efetiva do poder executivo. É inadmissível o orgulho dispensado pelo governo do estado em não aceitar ajuda do governo federal, no sentido de receber ajuda imediata da força nacional de segurança. Já que o efetivo policial do estado ao que parece, é insuficiente para dar à segurança necessária a população, permitindo que os transportes coletivos possam fazer o seu itinerário normalmente até às 23h como sempre o fez. Falácias e hipocrisias são afirmações feitas pelo poder executivo diante da imprensa local e nacional, afirmando que está tudo bem com a segurança da Paraíba, o que na realidade não está, pois se fosse verdade nós não teríamos de aceitar essa espécie de “TOQUE DE RECOLHER”, imposto pelo crime organizado, dando uma verdadeira tapa na cara dos nossos fracos representantes parlamentares, independentemente da cor ou bandeira partidária a que eles pertençam.


Publicado por: JORGE LUCENA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola