Topo
pesquisar

Atitude

Atualidades

como uma pessoa se entrega perante suas atitudes, como cultivar o amor, como tratar os inimigos...
ATITUDE

Hoje queremos falar um pouco sobre a forma de agirmos e nos expressarmos com mansuetude perante todos.

Quando vemos uma pessoa muito delicada e fina de trato, chamamos de uma pessoa doce, meiga... com o passar do tempo vamos observando suas atitudes e detectamos seu instinto, ou seja, se é um ser realmente doce que nutre o amor no coração ou se trata de um disfarce camuflado.

O maior predicado do ser é o amor, imprescindível e primordial, enfim, é mandatário, vai lapidando e purificando a alma nos tornando pessoas mais equilibradas, e para tanto, mais tranqüilas, passando a desfrutar de uma inteligência que nos faz melhores em todos os aspectos. Sabemos não ser fácil manter o equilíbrio, claro, é com trabalho e perseverança que se consegue  podar impulsos e pensamentos primitivos e desnecessários. Muitas vezes palavras delicadas destilam fel que atravessam fronteiras até seu destinatário infeliz.

Portanto, devemos estar atentos no que falamos, pensamos e sentimos. É nossa responsabilidade, não é porque alguém nos irritou que tem a responsabilidade de nossos atos. Somos comparados muitas vezes aos animais que só tem instinto e não razão, que não pensam para agir e reagir, simplesmente agem e reagem, deixando o instinto falar mais alto, contrário as leis naturais de Deus.

Cultivar o amor, sim, mas como!

É se colocando no lugar do outro, primeiramente reagindo com gestos de calma e tranqüilidade. Antigamente gestos sutis eram de pessoas delicadas e duvidosas, hoje são de grandes seres, grandes líderes, pois pessoas com este perfil continuam dando certo sempre e, por conseguinte são mais respeitadas e procuradas a cada dia, atraindo para si o sucesso.

Uma planta quase morta começa a reviver quando começamos dar valor a mesma, olhar por ela, alimentá-la, amá-la, passa então a ter vida ativa. Assim também acontece com as pessoas que passamos a dar atenção, inicia-se um processo ascendente de amizade e parceria, passam a ser nossos amigos e podemos até arriscar conselhos oriundos do bem e vice-versa, bem como, serão os que nos ajudarão no amanhã.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vamos amar mais, pedir mais desculpas, dizer mais eu te amo, olhar com mais carinho ao  companheiro de trabalho, curtir mais a convivência entre amigos, irmãos, família... e saber respeitar aquele ser que achamos ser errado. A maior tristeza é a solidão e se não cultivarmos agora os que estão ao nosso lado, o amanhã nos trará penosos arrependimentos de atitudes não tomadas.

Muitas coisas que são de extrema importância para nós não as consideramos, entretanto quando  perdemos é que paramos para refletir, então damos o devido valor mesmo que tardiamente.

Sejamos amáveis, educados, sejamos pessoas prazerosas de se conviver e dividir problemas, deixemos de lado pensamentos negativos que nos povoam a mente desintegrando grandes uniões.

O inimigo de hoje deve ser o amigo e companheiro de amanhã.

No fundo o amor existe em todos, somente o orgulho é que está falando mais alto momentaneamente. Saibamos haurir o amor que existe em nós e quando adquirido estes predicados passaremos a ser respeitados e procurados por todos, não por poder, mas sim por respeito e admiração.

Agir assim é devido em todos os campos de nossas vidas, o amor deve fazer parte incondicional em nosso ser integral, nós não estamos aqui para sofrer, e sim para buscar a felicidade através dos aprendizados vividos e adquiridos, fechemos a porta para tristeza e automaticamente a alegria entrará, mas é imprescindível querer. Pensemos no que realmente queremos.

No amor e na luz
Leontina Rita Acorinti Trentin


Publicado por: Leontina Rita Aocrinte trentin

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola