Topo
pesquisar

Análise do CO e CO2 emitidos pela "Cerâmica Redenção" situada no Município de Redenção - PA

Atualidades

Atualmente, a busca da qualidade é uma questão de sobrevivência, regulada pelas novas exigências técnicas e ambientais.

 RESUMO:

Atualmente, a busca da qualidade é uma questão de sobrevivência, regulada pelas novas exigências técnicas e ambientais. Com o desenvolvimento tecnológico, o número de indústrias vem crescendo rapidamente no mundo e juntamente com elas, a quantidade dos subprodutos resultantes de sua fabricação. A maior parte destes tem destino incerto e na maior parte das ocasiões são lançados no ambiente, sem nenhum tratamento inicial e ficam expostos, contaminando-o. Esse trabalho tem como objetivo abordar a questão da poluição do ar no município de Redenção – PA, que a cada dia vem crescendo devido à grande quantidade de olarias instaladas no município sendo uma destas o nosso foco de estudo.

Palavras-Chave: impactos ambientais, qualidade do ar.

ABSTRACT:

Nowadays, the search of the quality is a survival subject, regulated by the new technical demands and you adapt. With the technological development, the number of industries is growing quickly all over the world and together with them, the amount of the resulting by-products of your production. Most of these he/she has uncertain destiny and most of the time they are thrown in the atmosphere, without any initial treatment and they are exposed, contaminating him/it. That work approaches the problem of the air in the municipal district of Redemption - SHOVEL, that every day is turning if more polluted due to the great amount of brickworks installed in the municipal district being one of these our study focus. We analyzed the emissions of CO and coming CO2 of the process of production of the "Ceramic Redenção" that he/she is more than thirty years in operation the. The results show that the true problem and the suspended material that and thrown by the ceramic, which affects the population and the quality of the air directly.

Words Key: environmental impacts, quality of the air.

1. INTRODUÇÃO

O ar constitui a camada da atmosfera que fica em contato com a superfícieda terra, esta camada é denominada de troposfera, e tem cerca de 12km de espessura, é um recurso natural indispensável ao homem, aos animais e a vegetação, sendo essencial a manutenção da vida na terra. A composição do ar é relativamente instável ao longo do tempo, com exceção de alguns componentes, alterados ou introduzidos como conseqüência das atividades humanas ou de fenômenos naturais (MOTA, 2006).
Segundo MOTA (2006) o ar atmosférico é constituído por uma mistura de gases principalmente Nitrogênio (78,11%) Oxigênio (20,95%), Argônio (0,93%) e Dióxido de Carbono (0,03%). Além desses encontram-se outros gases. O ar contém ainda, vapor d’água, ozônio, dióxido de enxofre, dióxido de nitrogênio, amônia, monóxido de carbono, partículas sólidas em suspensão e outros componentes, em concentrações variáveis, em função das atividades desenvolvidas pelo homem.

Além da imprescindível utilização do ar pelos seres vivos, o mesmo é utilizado na comunicação, no transporte, na combustão, em processos industriais e como diluídor de resíduos gasosos. A utilização cada vez mais intensa, desse recurso, tem resultado, com intensidade, em alteração na sua composição, com impacto sobre o homem, animais, vegetais e materiais. São muitos os episódios relatados de doenças e mortes ocasionadas, em vários locais do mundo, como consequência da presença, no ar, de substâncias nocivas, resultantes, principalmente da atividade antrópica (MOTA, 2006).

Com o desenvolvimento tecnológico, o número de indústrias vem crescendo rapidamente em todo o mundo e juntamente com elas, a quantidade dos subprodutos resultantes de sua fabricação. A maior parte destes tem destino incerto e na maioria das vezes são lançados no ambiente, sem nenhum tratamento inicial e ficam expostos, contaminando-o.

Os impactos ambientais vêm aumentando de forma acelerada, bem como a geração de conseqüências extremamente prejudiciais à saúde e à preservação de recursos naturais.

O município de Redenção, localizado na região sul do estado do Pará, está em processo acelerado de crescimento econômico, e com isso expandem-se os investimentos na área de construção civil, onde na mesma já se ver esses altos investimentos, dentre eles loteamentos, condomínios fechado, prédios comerciais e residências, sendo estes os responsáveis para o alto índice de implantação de olarias no perito urbano do município, de modo irregular, causando prejuízo aos moradores circunvizinhos à olaria e ao meio ambiente.

Esse trabalho aborda a problemática do ar no município de Redenção – PA, que a cada dia vem se tornando mais poluído devido à grande quantidade de olarias instaladas no município sendo uma destas o nosso foco de estudo.

2. METODOLOGIA

O estudo foi realizado em função da “Cerâmica Redenção” instalada neste município na Avenida Santarém, Bairro Santos Dumont, S/N.

Verificou-se as emissões de CO e CO2 provenientes do processo de produção da “Cerâmica Redenção” que se encontra em funcionamento a mais de trinta anos segundo informações de moradores da região.

Para a realização desta pesquisa foram feitas análises de levantamento de dados in locu com utilização de aparelhos de medição de CO, CO2, temperatura e umidade relativa do ar, onde foram realizados em um período de cinco dias, em um determinado ponto na proximidade da cerâmica Redenção.

3. RESULTADOS

O Município de Redenção localiza-se na região sul do estado do Pará, a cerca de 1000 km de Belém capital do estado, no sul da Amazônia brasileira (Figura 1). Possui uma população de 67.064 habitantes. Ocupa uma área de 382379, Km². Possui um PIB Per capta de R$ 8.224,00 (oito mil duzentos e vinte e quatro) reais. (IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2009).

Os dados foram coletados em apenas um ponto, com a seguinte coordenada geográfica: S 08°02’44.4’’ W 050°00’58.6’’. As medições foram feitas com um Medidor de Monóxido de Carbono (Marca: ICEL; MODELO: DG-5080) para medir a concentração de CO no ar, e um Medidor Portátil de Dióxido de Carbono (MARCA: AZ MODELO: 77535), que afere a concentração de CO2 presente no ar, temperatura e umidade relativa do ar.

As medições foram realizadas nos horários de 09h30min e 15h30min no período de cinco dias, de 21/06/2010 á 25/06/2010.

Com a freqüente emissão desordenada de poluentes lançado pelas chaminés da cerâmica, vem causando transtornos para com os moradores do bairro Santos Dumont, nos últimos meses os mesmos recorreram ao MPE (Ministério Público Estadual) reivindicando os prejuízos sofridos por eles, como doenças respiratórias causadas pela fumaça e pela fuligem, onde se definiu que o proprietário da empresa devia providenciar dentro de 120 dias um estudo com medidas paliativas para resolver o problema. Com o término deste prazo o MPE autorizou uma fiscalização, realizada por peritos criminais do Centro de Perícias Cientificas “Renato Chaves” de Belém, que foram feitas coletas de materiais para comprovar a poluição provocada pela indústria de tijolos, sendo que o Ministério Público Estadual aguarda os resultados para tomar certas medidas.

Durante os Cinco dias de pesquisa observamos os seguintes resultados expressos nas tabelas a seguir:

 

Tabela 1
SEGUNDA-FEIRA 21/06/2010
     
  09h30min 15h30min
Dióxido de Carbono (CO2) 214 PPM 260 PPM
Monóxido de Carbono (CO) 7 PPM 3 PPM
Temperatura 34,81°C 33,3°C
Umidade Relativa do Ar 43,30% 37,30%

 

Tabela 2
TERÇA-FEIRA 22/06/2010
     
  09h30min 15h30min
Dióxido de Carbono (CO2) 220 PPM 242 PPM
Monóxido de Carbono (CO) 4 PPM 6 PPM
Temperatura 34,6°C 34,4°C
Umidade Relativa do Ar 45,40% 35,00%

 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Tabela 3
QUARTA-FEIRA 23/06/2010
     
  09h30min 15h30min
Dióxido de Carbono (CO2) 208 PPM 206 PPM
Monóxido de Carbono (CO) 1 PPM 5 PPM
Temperatura 30,1°C 33,6°C
Umidade Relativa do Ar 42,80% 35,20%

 

Tabela 4
QUINTA-FEIRA 23/06/2010
     
  09h30min 15h30min
Dióxido de Carbono (CO2) 212 PPM 208 PPM
Monóxido de Carbono (CO) 7 PPM 6 PPM
Temperatura 32,7°C 33,7°C
Umidade Relativa do Ar 43,50% 47,60%

 

 Tabela 5
SEXTA-FEIRA 26/06/2010
     
  09h30min 15h30min
Dióxido de Carbono (CO2) 215 PPM 228 PPM
Monóxido de Carbono (CO) 3 PPM 5 PPM
Temperatura 35,2°C 32,7°C
Umidade Relativa do Ar  43,10% 36,60%

Ao analisarmos os seguintes dados obtidos como mostra acima (nas tabelas 1, 2, 3, 4 e 5) observou que a liberação de CO e CO2 não estão em quantidade de risco para atmosfera, segundo o padrão de qualidade do ar expresso na tabela 6.

Tabela 6
Poluentes Concentração Típica (PPM)
Ar Limpo Ar Poluído
CO

 


Publicado por: Welison Teodoro de Sousa

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola