Topo
pesquisar

Você fechou o ano zerado?

Administração

Perguntas que devemos fazer a nós mesmos quanto ao nosso desempenho do ano que passou,...

No final de cada ano, nos motivamos virar o ano como se nada pudéssemos dever. É como nos conceder a oportunidade de começar uma nova vida, com novas chances nas relações e no trabalho. Este clima de zerar as contas nos traz a possibilidade de fazer um balanço de nossa vida e de nossa carreira.

É importante que façamos algumas perguntas a nós mesmos quanto ao nosso desempenho no ano que passou, como por exemplo: Você bateu suas metas profissionais para o ano de 2008? Sua empresa cresceu tanto quanto o esperado? Seu departamento atendeu conforme o planejado? A crise econômica não alterou as previsões? Se a resposta a todas essas questões é sim, você tem todo o direito de sentir que fechou o ano zerado.

E sua carreira quanto evoluiu no ano que passou? Evolução não significa promoção, mas aprendizado, crescimento pessoal, novos desafios enfrentados, competências adquiridas ou desenvolvidas e pontos fracos administrados ou solucionados.

Isto não significa, no entanto, que as dificuldades do ano que passou serão esquecidas. Algumas reflexões são obrigatórias, embora pareçam demasiado íntimas para o universo corporativo. Será que melhoramos a nossa capacidade de nos relacionarmos durante o ano. O que isto tem a ver com os negócios empreendidos? Tudo claro. Negócios, como se sabe, são feitos com base em relacionamento.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Se, a partir desta reflexão, você constata que suas relações não evoluíram ou que sua visibilidade no mercado diminuiu, ou que não incorporou aprendizados ao longo deste ciclo, é hora de rever o seu direcionamento de carreira.

Se, durante este contato interno, o sentimento for de inquietação, é necessário aprofundar a reflexão para entender o que está em conflito com a sua integridade. Já se a sensação é de felicidade diante dos resultados alcançados no ano, certo de que está confortável e seguro para revalidar as direções, parabéns.

O recomendável também é você investir na sua auto-análise mais tempo que direciona a revisão de planos e metas para a sua organização. Certamente ela lhe paga para que você pense no futuro dela, mas, não esqueça de dispensar um tempo à construção do seu futuro. Já dizia um amigo de respeito, afinal, onde está o seu tesouro, lá estará o seu coração.

Amazildo de Medeiros – Analista Organizacional
Matéria Técnica – Resumo/resenha


Publicado por: Amazildo de Medeiros

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola