Topo
pesquisar

Qual o resultado do esforço aplicado?

Administração

A final como podemos nos sentir felizes e realizados se não conseguimos atingir os objetivos em sua totalidade?

É comum nos depararmos com a agonia, o desanimo, a tristeza e uma suposta falta de capacidade de atingirmos nossos objetivos, principalmente quando as coisas parece não dar tão certas como desejamos, isso é normal e de certa forma, até compreensível. Quando definimos um objetivo e resolvemos colocá-lo em prática, geralmente acreditamos estar certos, de que estamos totalmente preparados para alcançá-lo, mas nem sempre é assim! É difícil para nós na ânsia do desejo, refletir sobre nossas reais capacidades de alcançarmos os melhores resultados, ao contrário, o que procuramos é sair fazendo as coisas de qualquer forma achando que já deu certo. Nossos desejos e sonhos nos entorpecem nos fazendo acreditar que estamos suficientemente preparados para a realização do "tão sonhado" objetivo. Ao desejar algo nos colocamos na posição de executores e nunca de receptores da ação, assim sendo, não nos permitimos olhar por ângulos difusos que poderiam contribuir para uma visão contrária da situação, e assim, ampliar nossa capacidade de entendimento e avaliação do real problema a ser enfrentado.

Quando desejamos algo, este desejo nasce de alguma necessidade individual ou até mesmo coletiva. Por ser considerada uma necessidade, passamos a olhar para fora, acreditando que lá estejam às respostas para os nossos problemas, algumas vezes sim! Existem momentos em nossa vida que a "exceção vira regra e a regra exceção". Por isso devemos olhar internamente, devemos buscar dentro de nós as respostas para nossas dúvidas e as soluções para nossos problemas. Ao sentirmos uma necessidade, essa pode ser fruto de frustrações passadas ou algo muito recente. Procuramos com a satisfação de alguma necessidade, eliminar inconscientemente tal frustração. Porém, podemos perceber que a coisa não funciona dessa forma, pois ao satisfazermos uma necessidade, logo em seguida sentiremos outra necessidade, e outra e assim sucessivamente, algumas vezes até contrária a anterior.

Por tanto, vivemos correndo atrás de satisfações pessoais, e isso não é errado. Precisamos também pensar em eliminar nossas frustrações para que possamos sentir que somos felizes e realizados, valorizando os resultados em sua totalidade. Foram às batalhas travadas com seu inconsciente que trouxe o homem ao nível de conhecimento que temos hoje. Porém podemos mudar ainda mais a visão que temos do valor de nossos resultados e subir ainda mais nos degraus da evolução humana. Lançar um olhar holístico sobre toda a situação fará de nós pessoas capazes de encontrar nos erros grandes lições que serviram de suporte a projetos futuros. Por mais que os resultados não sejam os esperados, sempre poderemos aprender algo, ao contrário, certamente estaremos criando outra frustração, que provocará outras necessidades, ao invés de satisfazer as anteriores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A final como podemos nos sentir felizes e realizados se não conseguimos atingir os objetivos em sua totalidade?

Quando almejamos algo passamos a acreditar que já conseguimos, o excesso de alto confiança pode ser o fator que nos impedirá de enxergarmos nossa realidade, ou melhor nossas fraquezas. Diante da inabilidade de reconhecer os pontos a serem melhorados, passamos a acreditar que existam apenas os pontos fortes – como diz o ditado "O pior cego é aquele que não quer enxergar" – Porém, nos enganamos na certeza de que esta tudo caminhando como deveria e que obteremos a vitória e a felicidade plena ao atingir nossos objetivos. Ninguém em sã consciência pode acreditar que não se terá dificuldades durante o caminhar em busca dos seus objetivos. Entendendo esse ponto de vista, basta agora você passar a valorizar seus resultados de forma a compreendê-los em sua totalidade, resultado menos ação é igual aos pontos a serem melhorados.

Questione-se, avalie numa escala de 0 a 10 sendo (zero o mínimo e 10 o Maximo).

Qual foi o resultado atingido em relação ao que eu esperava?

Qual foi o meu dispêndio de energia, recursos, tempo para que eu pudesse alcançar o objetivo almejado?

Eu dispunha de recursos suficientes para a execução do projeto até o final?

Minhas ações foram congruentes com o objetivo desejado?

O que faltou para que o objetivo em parte realizado pudesse ser atingido em sua totalidade?

Bem, se faltou energia, motive-se, da próxima vez você poderá chegar mais longe! Faltaram recursos, adquira o suficiente para a realização de seus objetivos, inclusive com sobras para uma eventual necessidade. Faltou tempo, organize seu tempo a fim de poder cumprir com seus compromissos com sobra para novos projetos, família, comunidade. Há! Não se esqueça de você, pois você é a pessoa mais importante para você nesse universo. Faltou ação, então comece desde já a agir, pois nenhuma intenção pode ser valida se não for seguida de uma ação coerente com os objetivos a serem alcançados.

Seus desejos, suas necessidades são frutos de seu inconsciente, por tanto, avalie suas reais necessidades antes mesmo de colocar como algo necessário em sua vida, mas se o fizer, planeje, haja, avalie e reformule a fim de alcançar os melhores resultados. Não esquecendo de que todo resultado é fruto do esforço aplicado na conquista dos seus objetivos. Boa sorte!


Publicado por: Marcos Demarchi

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola