Topo
pesquisar

Gestão Inteirada do Capital de Terceiro

Administração

A gestão pautada no equilíbrio e conhecimento são ferramentas de fundamental importância par ao sucesso de qualquer organização.

Para começarmos iremos fazer um prelúdio do que é o capital de terceiro e gestão. Podemos inferir que o capital de terceiro é representado pelo recurso originário de terceiro utilizados para aquisição de ativos de propriedade da entidade, correspondendo ao passivo circulante e exigível.

Sabemos que uma boa gestão do passivo influencia diretamente nas operações da empresa, a partir dele é possível fazermos uma avaliação da estrutura do capital existente na organização, ou seja, se a empresa se utiliza mais de recursos de terceiros ou de seus proprietários. Ressaltamos que até as grandes corporações se apropriam de recursos externos (terceiros), contudo o grande aspecto a ser discutido é a origem e de que forma ira ser aplicado.

Uma grande parcela dos proprietários das empresas existentes em nosso país, quando fazemos alusão ao termo capital de terceiro remetem a capital de giro e pensam que são sinônimos, principalmente no momento do processo decisório. Toda e qualquer tomada de decisão no tocante a entrada de capital na empresa, para os empresários a primeira alternativa encontrada e que vem a mente é o famoso cagiro, isso se deve muitas vezes por ser de fácil acesso, assim como uma ferramenta apetitosa para as instituições financeiras devido às altas taxas aplicadas, tornando-se assim no grande vilão na falência dos negócios.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

É notável que a maioria dos gestores procuram as instituições financeira em busca de linhas de credito, que acabam canalizados para suprir a necessidade emergente de caixa, contudo alguns aspectos devem ser considerados antes da aquisição dos recursos, dentre os quais destacamos os seguintes:

Onde será Aplicado?
Linhas de credito disponíveis?

Schrickel (1998, p. 145) relata que uma boa proposta de crédito é a que

a) quando o limite de crédito é compatível com a estrutura econômico-financeira da empresa ou do tomador, sendo pois um risco (quantificado) aceitável;

c) o limite de crédito está estruturado em linhas de créditos compatíveis com as reais necessidades do cliente e potencialidades de concretização pela instituição.

Sabemos que uma gestão pautada no equilíbrio e conhecimento são ferramentas de fundamental importância para o sucesso de qualquer organização, seja ela da esfera publica ou privada; pequena, media ou grande. Então o conhecimento atrelado a interação com o mercado para consolidar uma visão global, afim de evitar que o Gestor não venha a cair nas armadilhas impostas pelo mercado financeiro e que possa iluminá-lo para que as decisões sejam assertivas culminando no sucesso da organização e a perpetuação dos negócios.


Publicado por: JANISSON NASCIMENTO DE SOUZA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola