Whatsapp

A importância da psicologia social e a produção do conhecimento histórico

Psicologia

Pesquisa sobre a psicologia social e a produção do conhecimento histórico

Ao que se subentende-se a denominação da psicologia social integra em estudos os quais buscam esclarecerem as influências sob o ser humano e suas relações uns com os outros, ao todo se retrata no comportamento do indivíduo e nas formas em que sua conduta e sua interação são determinadas diante de inúmeras perspectivas. O conhecimento histórico é o ofício marcado pelo historiador, o qual analisa fatos históricos com o auxílio de registros, vestígios, fatos, experiências que foram abandonados, ou se tornaram escassos durante o tempo. No texto de Circe Bittencourt, ‘Aprendizagens em história’ a autora aborda diversos conceitos nos quais Piaget e Vygotsky possuem em comum a centralidade na construção do conhecimento o qual se resume nas estruturas cognitivas do ser humano, que são passadas durante todo seu ciclo de vida.

As análises estabelecidas pelos filósofos nas quais o desenvolvimento cognitivo é focado no modo em que a cognição do indivíduo cada vez mais se evolua ao passar do tempo. Segundo Piaget (1973, p.76), ‘o desenvolvimento da criança implica numa série de estruturas construídas progressivamente através de contínua’. O que de fato refere-se a sua relação com a troca de conhecimentos, o ser ativo indica sua conduta a partir da troca de conhecimento com o próximo continuamente.

Já para Vygotsky, o qual abrangia as relações do pensar inteiramente necessárias para o desenvolvimento, seus conceitos baseados pela ZDP (Zona De Desenvolvimento Proximal) a ideia é de grande relevância em todas as áreas educacionais, uma implicação importante é a de que o aprendizado humano é de natureza social e é parte de um processo em que a criança desenvolve seu intelecto dentro da intelectualidade daqueles que a cercam ( Vygotsky, 1978). Em paradigma com a aula de web conferência realizada pela plataforma Teams, a qual as convidadas professoras doutoras Renata Campos e Fabiana Bastos, trazem aspectos os quais na perspectiva da psicologia social na qual Vygotsky posteriormente era pouco conhecido, mas que possuía uma genialidade e uma capacidade sintética ideológica. Bittencourt aborda como centralidade em seu texto no qual a construção do conhecimento pelo indivíduo vem diretamente a partir de seu pensamento racional.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Trabalhar conceitos históricos em sala de aula considera todos os valores transpassados pela história desde seus princípios, com a ajuda de fundamentos teóricos sua compreensão passa a ser planejada e capacitada afim de conceitos definidos pela virtude do conhecimento tanto ele científico como técnico. Diante disto a devida importância da psicologia social se baseia pela sua concepção, ou seja, pelo conhecimento prévio; visto que o discente já estivesse construído este conceito em paralelo a sua produção de conhecimento histórico, que está inteiramente ligada acerca de seus aprendizados e pela capacidade em se trocar experiencias que já foram adquiridas durante o passar do tempo.

Durante todo o ensino da história é de extrema importância evidenciar o processo histórico e o tempo em que tal fato foi decorrido, para um melhor processo da aprendizagem da criança, o impacto da psicologia social juntamente com o conhecimento histórico é fundamental para compreensão de fatos inteiramente ligados a conceitos determinados entre o tempo e o espaço.

REFERÊNCIAS

BITTENCOURT, C. M .F; Ensino de história: fundamentos e métodos. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2008.

PIAGET, Jean. O nascimento da inteligência na criança. 4ª ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1973.

VYGOTSKY, L.S. Mind in society: The development of higher psychological processes. Cambridge, MA: Harvard University Press, 1978


Publicado por: Alessa Cristina Silva

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.