Whatsapp

Semântica e Léxico - Parte III

Português

Discutindo os conceitos de Semântica Linguística e de Pragmáica e seu objeto de estudo

II - Discutindo os conceitos de Semântica Linguística e de Pragmáica e seu objeto de estudo, limite e/ou intereção, analisando o significado do enunciado abaixo:

  • Estou velho, vou me aposentar [Frase de um jogador aos trinta anos apenas].

Quanto ao aspecto estritamente semântico, isto é, no que diz respeito ao papel de "[...] explicar o que os termos, as sentenças (ou as proposições) significam, no sentido denotativo, ou de primeiro nível [...]" [1], pode-se avaliar o enunciado proposto nos moldes que se seguem:

1. alguém "está velho" e, por isso, pretende "aposentar-se";

2. a palavra velho (idoso) assume, então, um sentido "comum e imediato", ou seja, faz alusão à faixa etária de alguém que, conforme determinadas práticas sociais, deve "se aposentar".

Por outro lado, se se pretender delimitar o "[...] significado das frases, em função de um contexto dado." [2], papel que cabe à pragmática, a análise deverá ser conduzida considerando quem enuncia e em que contexto situacional o enunciado está inserido. Por esse ângulo analítico, temos:

1. o sentido da palavra velho não é o mesmo que idoso, mas relaciona-se, por exemplo, a fatores como condicionamento físico não mais adequado a uma determinada modalidade esportiva [3];

2. este não-condicionamento não está atrelado à faixa etária correspondente àquela etapa da vida (por volta dos 65 anos) em que, por razões sociais e econômicas, alguém se "aposenta";

3. a análise do enunciado em função de seu uso no contexto situacional delimitado ou da pragmática indicia que a palavra velho recobre-se de um sentido específico e coerente. Pode-se dizer que ela "contamina" semântico-pragmaticamente todo o enunciado, já que seria "natural" [4] um jogador "se aposentar" [5] aos trinta anos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Depreende-se do exposto que cumpre à Semântica evidenciar o significado de palavras, frases e enunciados no campo denotativo ou de "primeiro nível"; à Pragmáica, por sua vez, compete o papel de apontar as relações de sentido que afloram nos enunciados construídos a partir de um dado contexto.

Todavia é necessário revelar que, embora existam diferenças entre a abordagem que a Semântica e a Pragmáica fazem de seus respectivos objetos de estudo, elas não são excludentes. Ao contrário, situam-se no patamar da complementaridade, isto é, são interativas no processo de compreensão dos sentidos.
_______________

[1] Pauliukonis, Maria Aparecida L. Curso de língua portuguesa: da teoria à prática, Semântica e Léxco do Português.2ª ed. – Rio de Janeiro: Fundação Trompowsky, 2009, p. 16.

[2] Idem, ibidem. 

[3] Vale notar que não se explicita, no contexto, a modalidade esportiva praticada pelo jogador. Ele joga futebol de campo? Futebol de Salão? De Vôlei? De Handebol? De Basquete? Estas informações, se expressas, poderiam “precisar”, pragmaticamente, o sentido do enunciado proposto, visto que as modalidades têm suas próprias “regras” e estabelecem seus próprios “limites” para a “aposentadoria” do atleta.

[4] Isso em função de um contrato comunicativo estabelecido pela comunidade linguística na qual o enunciado foi gerado.

[5] O sentido de “se aposentar” parece expandir-se, conotando a idéia de “afastamento” do campo ou das quadras, de “encerramento” da carreira esportiva e não de uma efetiva e legal aposentadoria.

Por Diógenes Afonso

Graduado em Letras

Especialista em Linguagens da OjE [Olimpíadas de Jogos Digitais e Educação]


Publicado por: Diógenes Afonso de Oliveira

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.