Whatsapp

Desventura de quem ama

Poemas e Poesias

Poema sobre o amor.

Em busca da felicidade, em meio, ando
Sem saber na vida sua essência
Sem conhecer seu sabor, nem mesmo quando
Sentirei, enfim, sua existência

Vinte anos vividos, quanto é triste!
Fingir que o sorriso é verdadeiro
Tamanha é a tristeza que me insiste
Que o dia parece o derradeiro

Na imensa solidão que me tortura
Peito cravado, meu Deus! Dor que não finda
Preces faço, cheio de amargura
Com a pouca fé que trago ainda

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nada mais me resta. Tudo me apavora!
E lentamente em mim a mágoa se derrama
Comprovando o desespero de quem chora,
Comprovando a desventura de quem ama.


Publicado por: cicero fernando ferreira teixeira

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.