Whatsapp

Matemática Digital: Uma Interação da Interpretação com a Tecnologia

Matemática

educação, tecnologia, matemática, ativar a participação do aluno e desenvolver sua percepção que durante a leitura há um trabalho...

INTRODUÇÃO:

De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais no ensino da matemática, na seção Rumos e Desafios, discutem-se o processo de ensino-aprendizagem, a metodologia, enfoques, estratégias e os procedimentos educacionais para o ensino da área. A pertinente presença da Matemática no desenvolvimento de competências essenciais, envolvendo habilidades de caráter gráfico, geométrico, algébrico, estatístico, probabilístico, é claramente expressa nos objetivos educacionais da Resolução CNE/98. O simples fato de tirar o educando da sala de aula, onde na maioria das vezes o professor utiliza apenas aulas expositivas com poucos recursos de áudio ou visuais e materiais didáticos para o ensino, e levá-lo ao laboratório de Informática pode influenciar o aluno para que o mesmo se interesse em aprender, por isso desenvolvemos um projeto pedagógico para melhoria e qualidade de ensino de nossa escola obtendo assim uma boa oportunidade para mostrar o quanto a matemática faz presente em suas vidas e que o saber tecnológico que adquirem no colégio pode gerar produtos educacionais confeccionados por eles mesmos (sites, blogs, jogos).

METODOLOGIA

Na primeira experiência, selecionamos textos curtos, para atividade de leitura e interação, processada em quatro etapas. Na primeira, podemos definir como etapa de mobilização do imaginário, a intenção é ativar a participação do aluno e desenvolver sua percepção que durante a leitura há um trabalho, por parte do leitor de predições, inferências, hipóteses que serão confirmadas ou negadas na seqüência do texto. Na segunda etapa, o aluno deverá ter acesso ao texto na íntegra para uma releitura. Essa etapa está destinada à verbalização do aluno sobre sua própria leitura.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A terceira etapa é uma volta analítica ao texto. Não significa que se faça novamente uma leitura do texto, mas sim, destacar aspectos relevantes que possam elucidar questões que ficaram pendentes ou redirecionar posições equivocadas percebidas na etapa da verbalização e assim, encaminhar a interpretação do texto. Finalizando as etapas o aluno terá todo conhecimento para a interpretação das resoluções das questões oferecidas futuramente.

RESULTADOS

Os possíveis resultados é que 95% dos alunos participaram e desenvolveram 90% na melhoria de suas avaliações.

CONCLUSÃO

Se considerarmos percepção, imaginação e manipulação, poderemos dotar as atividades de aprendizado com tecnologias externas ao sistema cognitivo humano (textos,imagens, vídeos). Nesse sentido, à competência na exploração das capacidades humanas a serem desenvolvidas, através de propostas de ações, recai na busca de resoluções a problemas, e sua aplicação envolve a relação professor / aluno.

Palavra-chave: Educação, Tecnologia, Matemática.

E-mail pra contato: ribamar_filho@hotmail.com

Autores:
Ribamar Bringel Filho²
1. Aluno da EEFM Presidente Geisel Polivalente
2. Professor da EEFM Presidente Geisel Polivalente


Publicado por: JOSE DE RIBAMAR BRINGEL FILHO

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.