Whatsapp

Aprendendo Matemática na Feira Livre Parte III

Matemática

Clique e entenda um pouco mais do projeto Aprendendo Matemática na Feira Livre.

O Projeto “Aprendendo Matemática na Feira Livre”, lança uma ideia desafiadora para os alunos do 6º Ano do ensino Fundamental, que consiste em aprender determinados cálculos de posse de uma calculadora ou qualquer outro equipamento moderno como celulares, que possuam o aplicativo contendo os algoritmos necessários para fazer os cálculos desejados. Após recolher os dados propostos pelo professor na feira livre, o aluno de posse de uma das tecnologias citadas anteriormente, pode efetuar os cálculos previamente proposto pelo professor, mesmo que os conteúdos usuais necessários não tenham sido aplicados em sala de aula. Bastando para isso claro, uma prévia demonstração do professor sobre como utilizar determinado equipamento e em que tipo de situação.

Aprender a fazer cálculos de porcentagem, ou calcular quanto pagar por determinado produto, sabendo-se o valor a pagar por cada Kg e desejando-se pagar por submúltiplos do Kg, como em gramas por exemplo, utilizando para esse fim a tecnologia que se encontra a disposição no momento, é uma proposta que pode se tornar incentivadora para o aluno, já que no momento ele deverá apenas aprender que sequencia de cálculos e valores ira digitar no equipamento tecnológico a disposição, para encontrar as respostas procuradas. A facilidade para encontrar as repostas procuradas ira habilita-los no uso de novas tecnologias, o que nos dias atuais é bastante comum, podendo fazer surgir a depender da empolgação adquirida, curiosidades referentes aos conteúdos que deram origem aqueles cálculos produzidos pelos aplicativos tecnológicos utilizados. Conteúdos esses que posteriormente serão explorados pelo professor em sala de aula. Com relação à pesquisa na feira, o professor pode designar os alunos a fazerem em equipe ou individualmente quando forem a determinado local com os pais, ou responsáveis, às anotações necessárias para em período posterior com o apoio do professor, responder as perguntas propostas.    

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

De forma interativa e como sugestão, o professor pode fazer uma aula de campo na busca pelos dados da pesquisa com os próprios alunos, levando-os ao comercio local e orientando-os na feira quanto à pesquisa as anotações e aos cálculos que deverão ser feitos. Além de contribuir para uma aula diferenciada e incentivadora, o professor estará mostrando também na prática e dentro da realidade dos mesmos, que a matemática existe em todas as  situações comerciais, e que a tecnologia veio para facilitar e agilizar resultados necessários para a sobrevivência de todos, não substituindo com isso a necessidade do aprender e da origem dos estudos que levaram inclusive a produzir os equipamentos que ora estamos utilizando, para facilitar as respostas aos nossos questionamentos. Enfim o professor principalmente de matemática, possui esse rico laboratório ao ar livre para fazer uso do mesmo quando achar necessário, e claro quando a educação e o empenho dos alunos forem favoráveis na prática desse projeto.


Publicado por: JORGE LUCENA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.