Whatsapp

Linha de comando do linux

Informática

Linha de comando do linux, Uma das características marcantes do Linux, recursos de software e hardware, comandos de ajuda, comando help, comandos básicos.

Linha de Comandos do Linux

Uma das características marcantes do Linux é utilização da linha de comando, que permite que sejam executados processos com maior velocidade e com mais baixo nível de utilização do sistema. Isso permite que o usuário tenha maior controle sobre os processos do sistema aumentando seu poder de utilização dos recursos de software e hardware.

A utilização da linha de comando do Linux é mais intensa que em outros ambientes. Um dos motivos é a quantidade de programas disponíveis dessa forma. Mas o motivo mais importante é a quantidade de documentação existente. Qualquer comando que o usuário tenha dúvida pode ser estudado no próprio terminal visualizando sua documentação.

O terminal é o local onde são digitados os comandos e visualizados os resultados.
É importante conhecer primeiramente os comandos de ajuda para visualização da documentação, pois conhecendo-se esses pode-se obter informações sobre todos os outros. O primeiro é o manual que pode ser executado com o comando man (sintaxe: man [comando] ).

Outra forma de obter ajuda é utilizando-se o comando help (sintaxe: help [comando] ou [comando] --help).

Um programa para visualizar conteúdo de arquivos de texto é o vi (sintaxe: vi x). Expliquei agora esse comando pra mostrar como sair de editores como manuais ou o vi e voltar à linha de comando: pressione esc depois digite :Q! então pressione enter e volte à linha de comandos.

Às vezes precisamos parar um programa que esteja sendo executado na linha de comando para isso pressione Ctrl + c.

O Linux tem uma profunda separação e diferenciação entre usuários com permissões de administrador e usuários com permissões limitadas. O root é o usuário principal do sistema e tem permissão pra executar qualquer processo. Isso torna o sistema mais seguro. Alguns comandos só podem ser executados por contas com privilégios de administrador.

É importante lembrar que um comando pode ser utilizado de várias formas e até para propósitos diferentes para isso é necessário conhecer bem a sintaxe e os parâmetros que se deve utilizar em cada ocasião. Os manuais descrevem separadamente todos os parâmetros que podem ser utilizados para um comando.

Com o que foi discutido até agora você já pode começar a praticar. Abaixo são listados alguns comandos básicos. No entanto não se iluda. Não se aprende da noite para o dia, e é necessário bastante esforço e estudo se quiser dominar o Linux. Uma prova disso é que não se vêem muitas pessoas que o dominem. O certo é que quanto mais cedo começar, mais cedo entenderá. Portanto mãos à obra:

cd - Entrar em diretórios
mkdir - Criar diretórios
rmdir - Remover diretórios
rm - Remover arquivos
cp - Copiar arquivos ou diretórios
mv - Mover ou renomear arquivos ou diretórios
pwd - Mostrar o nome e caminho do diretório corrente
clear - Limpar a tela
ls - Listar o conteúdo de um diretório
ps - Mostrar os processos em execução
kill - Finalizar um processo
cat - Mostrar o conteúdo de um arquivo binário ou de texto
reboot - Reiniciar o computador
shutdown - Desligar ou reiniciar o computador
adduser - Adicionar usuários
addgroup - Adicionar grupo de usuários
passwd - Mudar senha de um usuário ou grupo
userdel - Excluir usuário
groupdel - Excluir grupo de usuários
chmod - Definir permissões de acesso de arquivos ou diretórios.
chown - Mudar o dono de um arquivo ou diretório.
su - Logar como outro usuário.
sudo - Executar comandos com permissões de outro usuário.

Marcos Antônio Almeida de Oliveira
Estudante do curso de Sistemas de Informação da Universidade Estadual de Goiás
Técnico em Informática

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Publicado por: Marcos Antonio Almeida de Oliveira

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.