Topo
pesquisar

O Crescimento do Espaço Urbano do município de Canoinhas-SC em função do aumento da população de 1960 a 2000.

Geografia

O Crescimento do Espaço Urbano do município de Canoinhas-SC em função do aumento da população de 1960 a 2000, desenvolvimento humano e o processo de desenvolvimento, a população do município de Canoinhas.

A expansão das cidades e de sua crescente área de influência iniciou uma mudança que passou de lugares e padrões de vida dominantemente rurais para predominantemente urbanos, afetando a maioria dos países nos últimos anos. Atualmente, não somente grandes números de pessoas vivem em cidades ou em suas imediatas, mas segmentos inteiros da população são completamente dominados pelos valores, expectativa e estilos de vida urbano. Desde a sua origem, como um lugar de emprego não-agrícola, a cidade tornou-se o foco dos maiores estímulos sociais, culturais e intelectuais na sociedade urbana moderna.

O desenvolvimento urbano é o processo de emergência de um mundo dominado pelas cidades e pelos valores urbanos. É importante, todavia, assinalar uma distinção clara e firme entre os dois processos principais de desenvolvimento urbano: crescimento urbano e urbanização. O crescimento urbano é um processo espacial e demográfico e refere-se a importância crescente das cidades como locais de concentrações da população numa economia ou sociedade particular. Isso ocorre quando a distribuição da população deixa de estar largamente assentada em lugarejos e aldeias para estar predominantemente em vilas e cidades. A urbanização, por outro lado, é um processo social e não espacial que se refere às mudanças nas relações comportamentais e sociais que ocorreram na sociedade, como resultado de pessoas morando nas cidades. Essencialmente, isso refere-se as mudanças complexas de estilo de vida, que ocorre do impacto das cidades sobre a sociedade. Historicamente, esses dois processos de desenvolvimento urbano foram interdependentes.

De acordo com Milton Santos, é muito antigo o problema de definir corretamente o que seja uma cidade. A cidade constitui uma forma particular de organização do espaço, uma paisagem, e, por outro lado, preside as relações de um espaço maior, em seu derredor, que é a sua zona de influência. (1965: 131) Perante a essa discussão, OLIVIER define espaço urbano como sendo a superfície ocupada pelas cidades ou pelo menos a superfície necessária ao funcionamento interno da aglomeração. Compreendem as áreas construídas, a rede urbana de ruas, as implantações de empresas industriais e de transporte, os jardins, os parques de diversão e de lazer, colocados ao alcance imediato do citadino. (1991: 78)
Com relação ao crescimento da cidade, SPÓSITO diz que para crescer territorialmente, a cidade vai ocupando áreas que, anteriormente, eram utilizadas para agricultura, pecuária, extrativismo. Essas áreas são divididas em lotes, que variam de tamanho conforme o país e a região, e que são orientados por um traçado de ruas e avenidas, que serão à base da circulação futura de pessoas e mercadorias. (2004: 24)

O presente trabalho aborda um estudo de caso referente à população do município de Canoinhas-SC, uma vez que este foi um dos principais fatores que contribuiu para a expansão do espaço urbano do referido município.
O município de Canoinhas localiza-se ao norte do estado de Santa Catarina, na divisa com o estado do Paraná e faz parte da microrregião do Contestado. Limita-se ao norte com o estado do Paraná, ao sul com os municípios de Major Vieira (SC) e Timbó Grande (SC), a leste com Três Barras (SC) e a oeste com o município de Irineópolis (SC). Possui uma área de 1.143 Km2 e está situado ao vale do Canoinhas a uma latitude de 26° 10’ 38” S e uma longitude de 50° 23’ 24” W de Greenwich e altitude de 765 metros.

O crescimento populacional é um dos principais fatores responsáveis pela expansão urbana. Este crescimento está diretamente ligado a fatores de atração, de ordem econômica, em especial a oferta de empregos. O aumento das atividades econômicas no meio urbano gera aglomeração humana na cidade que, por sua vez, provoca tanto mudanças na intensidade de ocupação do espaço urbano, como a expansão física da cidade.
Ao analisar a população do município de Canoinhas, percebe-se que sempre houve um aumento do número de habitantes a cada censo realizado pelo IBGE. Percebe-se que, no ano de 1960, o município de Canoinhas tinha uma população de aproximadamente 28.066 habitantes. No ano de 1980, a população era de aproximadamente 47.272 habitantes, e consequentemente, no ano de 1991 a população aumentou para 55.229. É possível perceber que, de 1991 para 1996 a população diminuiu para 49.308 habitantes.

Esse fato explica-se pela emancipação política do distrito de Bela Vista do Toldo, que até então pertencia a Canoinhas. Hoje, o município de Canoinhas conta com uma população de aproximadamente 51.615 habitantes, destacando-se a nível regional.
Com o crescimento populacional, torna-se necessário um maior espaço para a fixação do homem na cidade. A população do município de Canoinhas é de 51.615 habitantes (IBGE, 2000), dos quais em percentuais, 73,4% vivem na cidade e 26,6% nas áreas rurais. A taxa de crescimento demográfico nos últimos anos foi de 4,67%, de acordo com a média regional. O número de domicílios, segundo o censo do IBGE, é de 17.472 sendo 13.088 domicílios urbanos e 4.383 rurais. A média de moradores é de 2,95 por domicílio, estando nos padrões do estado de Santa Catarina.

Na área urbana do município de Canoinhas (SC), que compreende 25,86 Km2, estão localizados os bairros: Água Verde, Alto da Tijuca, Alto das Palmeiras, Boa Vista, Campo da Água Verde, Centro, Industrial N°1, Industrial N°2, Jardim Esperança, Piedade, Sossego, Tricolin. As principais localidades rurais são Arroios, Barra Mansa, Paula Pereira, Fartura, Paciência dos Neves, Parado, Rio da Areia do Meio, Rio dos Pardos, Rio do Pinho, Salseiro, Salto da Água Verde, Serra das Mortes, Taunay, Valinhos, Pinheiros, Felipe Schmidt, Erval Bonito e Marcílio Dias.
Através dos dados obtidos pode-se perceber o aumento da população a cada censo realizado pelo IBGE, levando em consideração a análise a partir de 1960. No período compreendido entre 1960 a 2000 o único registro de diminuição da população foi de 1991 para 1996, considerando-se a emancipação política do atual município de Bela Vista do

Toldo, que até então era um distrito de Canoinhas. Portanto, pode-se afirmar que o crescimento do espaço urbano do município de Canoinhas, deve-se, entre outros fatores, ao aumento significativo de sua população.


Publicado por: João Paulo Schultz

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola