Topo
pesquisar

Uma nova proposta de ensino para as crianças da Zona Norte do Rio

Educação

educação, o tipo de educação, formação de cidadãos, pedagogia diferenciada, reeducação...

Graduada em Letras e Deptº de Relações Fraternais da Legião da Boa Vontade (LBV)

28 de abril – Dia da Educação

A Educação segundo a Lei de Diretrizes e Bases para a Educação, 9394/96, “ é dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”. É sem dúvida, um dos setores mais importantes para o desenvolvimento socioeconômico de um país, pois prepara o indivíduo para vencer os desafios.

Pesquisas mostram que os países mais educados têm mais renda, e, conseqüentemente, tornam-se mais desenvolvidos, diminuindo os índices de violência. Muitos avanços já foram conquistados nesse sentido e muito há que ser feito ainda, quando o assunto é educação.

Também é preciso observar o tipo de educação que está sendo oferecida aos educandos. No que tange ao tema, é obrigação dos governos dar uma educação de qualidade ao povo, promover políticas de valorização do professor, a curto, médio e longo prazo.

Porém, ele sozinho não pode fazer tudo, pois é são necessários a participação e o comprometimento de todos, ou seja, governo, família, escola e sociedade, a fim de que a educação exerça de fato o seu papel, como um espaço de participação social, visando a formação de cidadãos com senso crítico, isto é, um ser que pense, que atue e transforme a sociedade para melhor, pautado não só no intelecto, mas principalmente nos valores éticos, sociais e espirituais.

Pensando nisso, a Legião da Boa Vontade e o seu Diretor-Presidente, o educador Paiva Netto, oferecem aos educandos, em seus Centros Educacionais e Comunitários, uma pedagogia diferenciada, porque reeduca os pais e os alunos, formando cidadãos solidários e conscientes de seus papeis na sociedade.

Trata-se da Pedagogia do Cidadão Ecumênico, tese inovadora do educador Paiva Netto, que visa o desenvolvimento integral do indivíduo como um todo, ou seja, o intelecto, o físico, o sentimento e a espiritualidade, tendo como missão - formar cérebro e coração.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Comprova-se isso detalhadamente, tendo ciência do funcionamento da prática de ensino do Centro Educacional, Cultural e Comunitário da LBV, na cidade do Rio de Janeiro, que fica localizado na Av. Dom Hélder Câmara, 3.059, Del Castilho, telefone (21) 2501-0247.

Lá, são atendidas diariamente em regime integral, cerca de 500 crianças de comunidades de risco social e pessoal, do berçário ao 5º ano do ensino fundamental. Segundo a coordenadora pedagógica Márcia Quesada, a escola de manhã trabalha com o conteúdo pedagógico, dentro do currículo escolar. À tarde, são oferecidas diversas oficina lúdicas, como por exemplo, pintura, movimento, colagem, atividades físicas e esportivas , sala de estimulação, videoteca, biblioteca, que trabalha com o projeto anual Pensar cidadania é ler e filosofar, e as Aulas de Cultura Ecumênica.

Além disso, a educadora destaca que os profissionais participam de reuniões pedagógicas para melhorar a cada dia a qualidade da educação, trabalhando com estudos de caso, planejamentos, encontros para desenvolver a Pedagogia do Cidadão Ecumênico, cursos de capacitação, palestras socioeducativas e atendimento interdisciplinar. A LBV tem uma equipe multidisciplinar para propiciar à criança uma educação integral.

Com os pais e responsáveis dos alunos, a professora Márcia Quesada ressalta que são realizadas reuniões individuais e coletivas e programas de interação familiar, a exemplo da Festa das Famílias no dia 28 de abril, que une os familiares por meio de jogos competitivos,música, danças e brincadeiras, numa integração entre família e escola.

“ A educação é essencial para o desenvolvimento do país, se ela não é valorizada o número de violência aumenta, por isso é necessário conscientizar a todos o valor da mesma”, finalizou a coordenadora pedagógica.


Publicado por: Simone Barreto

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola