Whatsapp

O ensino híbrido e o uso de ambientes virtuais de aprendizagem na monitoria online de física com a plataforma khan academy

Educação

A ideia do ensino híbrido e de sua implantação na monitoria da disciplina de física por meio do uso da plataforma Khan Academy.

 RESUMO:  O ensino híbrido se tornou uma das grandes tendências educacionais no século 21, que em sua essência se traduz como uma abordagem pedagógica que combina atividades presenciais e atividades realizadas por meio das tecnologias digitais de informação e comunicação. Neste sentido, o presente trabalho contextualiza a ideia do ensino híbrido e de sua implantação na monitoria da disciplina de física por meio do uso da plataforma Khan Academy. Metodologicamente o trabalho articulado com as metodologias ativas de ensino-aprendizagem foi desenvolvido em três momentos que se basearam desde a concepção, uso e avaliação dos ambientes virtuais na plataforma Khan Academy. Resultados profícuos foram alcançados no que se refere ao engajamento dos estudantes no uso da plataforma junto a monitoria. Ao final da etapa constatou-se um melhor desempenho da turma na disciplina de Física sugerindo que o uso do ensino híbrido contribuiu com a aprendizagem significativa dos conteúdos abordados.

PALAVRAS-CHAVES: Monitoria; metodologia ativa; ensino-aprendizagem, ensino híbrido.

HYBRID TEACHING AND USE OF VIRTUAL LEARNING ENVIRONMENTS IN ONLINE PHYSICAL MONITORING WITH KHAN ACADEMY PLATFORM

ABSTRACT: Hybrid teaching has become one of the great educational trends in the 21st century, which in essence translates as a pedagogical approach that combines classroom activities and activities carried out through digital information and communication technologies. In this sense, the present work contextualizes the idea of ​​hybrid teaching and its implementation in the monitoring of the discipline of physics through the use of the Khan Academy platform. Methodologically the work articulated with the active teaching-learning methodologies was developed in three moments that were based on the conception, use and evaluation of the virtual environments on the Khan Academy platform. Profitable results have been achieved with regard to student engagement in the use of the platform with monitoring. At the end of the stage, there was a better performance of the class in the discipline of Physics, suggesting that the use of hybrid teaching contributed to the significant learning of the contents covered.

KEYWORDS: Monitoring; active methodology; teaching-learning; hybrid teaching.

INTRODUÇÃO

O ensino híbrido em sua essência se traduz como uma abordagem pedagógica que combina atividades presenciais e atividades realizadas por meio das tecnologias digitais de informação e comunicação (TDICs). (VALENTE in BACICH; T. NETO; TREVISANI, 2015, l. 245).

Nesta abordagem o compartilhamento do ambiente físico com o virtual é articulado no sentido de levar o conhecimento e a monitoria além da sala de aula e com isso trabalhar a ideia da metodologia ativa e auxiliando na construção do ser crítico do aluno (TAVARES, 2012). 

Na implementação desta metodologia faz-se uso de Ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) que são softwares que auxiliam na montagem de cursos acadêmicos, livres ou online destinados para dar suporte a atividades mediadas pela tecnologia da informação utilizando a internet para vinculação de conteúdos e permitindo a interação entre os responsáveis pelo processo de aprendizagem (DA CUNHA RECUERO, 2002). O AVA permite associar diversos tipos de mídia, linguagens e recursos, assim como, melhorar a organização e apresentação de informações (DE ALMEIDA, 2003).

Dentre os diversos AVAs podemos destacar o Khan Academy, que é um projeto educacional criado por um norte-americano, Salman Khan, com objetivo oferecer um ensino de qualidade e gratuito para todos (KHAN, 2013). Deve-se entender que o ensino híbrido não tem o propósito de acabar com o ensino tradicional e sim de combinar ambos para um melhor ambiente escolar.

Modelos sustentados do ensino híbrido podem ser desenvolvidos mais tranquilamente em grande parte das escolas, permitindo a implantação progressiva no ambiente escolar sem gerar grandes colapsos no modelo tradicional e sempre objetivando a melhoria do ensino e aprendizagem. 

Modelos disruptivos do ensino híbrido têm uma maior estimulação e foco no uso do ambiente virtual, tem uma visão mais radical do ensino básico e médio no Brasil e pode ser enriquecedor para os modelos sustentados (SCHIEHL, 2016). Neste sentido, o presente trabalho contextualiza a ideia do ensino híbrido e de sua implantação na monitoria da disciplina de Física fazendo uso da plataforma Khan Academy.

MATERIAIS E MÉTODOS

O trabalho foi dividido em três momentos, iniciado com a construção do ambiente virtual na plataforma Khan Academy, onde um material introdutório, relativo ao conteúdo que já havia sido trabalhado e com o conteúdo que irá ser estudado ao longo do bimestre foi recomendado aos alunos em seus ambientes virtuais de aprendizado.

O segundo momento se deu por meio da ambientação dos alunos á plataforma. Esta ambientação se deu por meio de em uma apresentação em sala, onde foi passado aos alunos aspectos relevantes sobre o uso da plataforma, em especial, como ter acesso a mesma e os aos conteúdos que foram recomendados, e que já estavam disponíveis para serem visualizados pelos alunos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A terceira parte do projeto foi a construção de um questionário por meio da plataforma de formulários do Google disponibilizado via link aos alunos. O questionário foi estruturado com nove questões fechadas. Neste questionário os alunos deveriam responder às questões apresentadas na Figura 1. Que buscaram levantar o perfil dos alunos em relação a utilização de ferramentas para o auxílio da aprendizagem, como a monitoria e plataformas de ensino online. Além destas, os alunos foram indagados em relação a frequência de utilização e quando não havia a utilização o motivo para o mesmo.

O trabalho foi realizado com a participação de duas turmas de terceiro ano do ensino médio, de uma mesma instituição de ensino onde o conteúdo abordado em sala é o mesmo. 

RESULTADOS E DISCUSSÃO

Foram criadas duas turmas virtuais dentro da plataforma, com os conteúdos disponíveis na plataforma relacionados a área de física para ensino médio. O perfil das salas, relativo à utilização da monitoria e de outros serviços de ensino online foi traçado por meio do questionário e um gráfico foi elaborado com base nas respostas dos alunos (Figura 1). Foram obtidas ao todo trinta respostas com o questionário aplicado em ambas as salas.

 

FIGURA 1. Gráfico em barras realizado com as perguntas do questionário relativas à participação dos alunos em outras formas de aprendizado fora da classe comum.


FIGURA 2. Gráfico em barras realizado com as perguntas do questionário relativas à frequência dos alunos em outras formas de aprendizado fora da classe comum.

Por meio dos dados apresentados na Figura 2, verifica-se que a baixa frequência dos estudantes na monitoria, onde 100% participam da monitoria apenas uma vez por mês. Em contrapartida verificou-se que mais de 90% dos estudantes participariam da monitoria em plataforma online (Figura 1).

O fato da grande maioria dos estudantes, mais de 90%, demonstrarem interesse por assistir vídeo aulas (Figura 1), e a frequência com que assistem (Figura 2) ser maior que a utilização da monitoria, mostra como o ensino virtual se apresenta mais atrativo para estes alunos do que a forma tradicional.

A segunda parte do questionário relativa à frequência de utilização das plataformas de ensino online e monitoria mostraram que aqueles que não participam em sua maioria se dá por falta de tempo e desinteresse. Os alunos em geral demonstraram interesse por vídeo aulas e na participação da monitoria on-line pelo Khan Academy com 80% de interesse em participar uma vez por semana, 19% duas vezes na semana e 1% três vezes na semana.

Aqueles que responderam negativamente quanto a utilização de outras formas de aprendizado afirmaram que não possuem tempo e que não há interesse por parte dos mesmos em procurar e utilizar estas outras ferramentas.

CONCLUSÃO

Mediante a análise feita do questionário, foi possível concluir que os alunos apresentam baixo interesse em de modelos de ensino aprendizagem na forma tradicional como a monitoria, mas quando é apresentada uma forma alternativa para o estudo, envolvendo um ambiente virtual de aprendizagem há um engajamento significativo por parte dos estudantes.

Resultados profícuos foram alcançados no que se refere ao engajamento dos estudantes no uso da plataforma junto a monitoria. Ao final da etapa constatou-se um melhor desempenho da turma na disciplina de Física sugerindo que o uso do ensino híbrido contribuiu com a aprendizagem significativa dos conteúdos abordados.

REFERÊNCIA

BACICH, L.; T. NETO, A.; TREVISANI, F. de M. Ensino Híbrido: Personalização e Tecnologia na Educação. Porto Alegre: Penso, 2015. e-Pub.

DA CUNHA RECUERO, R. Comunidades virtuais: uma abordagem teórica. Mídia, imprensa e as novas tecnologias, v. 24, p. 221, 2002.

DE ALMEIDA, M. E. B. Educação a distância na internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Educação e pesquisa, v. 29, n. 2, p. 327-340, 2003.

KHAN, Salman. Um mundo, uma escola. Editora Intrínseca, 2013.

SCHIEHL, E. P; GASPARINI, I. Contribuições do google sala de aula para o ensino híbrido. RENOTE, v. 14, n. 2, 2016.

TAVARES, W. et al. Khan Academy: uma abordagem da escola construtivista ou o uso de novas ferramentas na abordagem da escola tradicional da educação? 2012. 


Publicado por: Kauê Henrique Tamarozzi

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.